Parabenizado por Putin, técnico da Rússia contém euforia após goleada em estreia

Cherchesov foi questionado sobre como segurar a empolgação com a goleada na estreia

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

São Paulo, SP, 14 - Com semblante tranquilo, relaxado e até arriscando algumas brincadeiras com os jornalistas, como na véspera da estreia, o técnico da Rússia, Stanislav Cherchesov, afirmou depois da vitória sobre a Arábia Saudita por 5 a 0, no estádio Luzhnik, em Moscou, que seu time sabia muito bem o que estava fazendo em campo. "Trabalhamos para estar aqui. Mas a Copa do Mundo está apenas começando. Já estamos concentrados na nossa partida contra o Egito", afirmou o treinador, que, antes de ir para as entrevistas coletivas, recebeu uma ligação do presidente da Rússia, Vladimir Putin.

"Era o chefe de Estado no celular. Ele me ligou para me dar os parabéns e também pediu para que eu repassasse isso para todos os jogadores do time. Apenas disse que estamos aqui para fazer o nosso trabalho", afirmou o treinador.

Cherchesov foi questionado sobre como segurar a empolgação com a goleada na estreia. "Olha, como eu já disse, a Copa está apenas começando. Nós ganhamos de 5 a 0, mas poderíamos ter empatado em 1 a 1 e estaria a mesma coisa aqui. É um torneio e temos que somar pontos", afirmou o treinador.

O técnico recebeu elogios de muitos jornalistas, boa parte deles de ex-países da extinta União Soviética, que aproveitavam o começo de suas perguntas para rasgar elogios ao seu trabalho. Em uma dessas perguntas, ele explicou a entrada do meio-camista Denis Cheryshev, que foi a campo no lugar de Dzagoev, que sentiu uma lesão na coxa esquerda ainda no primeiro tempo.

Parabenizado por Putin, técnico da Rússia contém euforia após goleada em estreia
Parabenizado por Putin, técnico da Rússia contém euforia após goleada em estreia
De acordo com o treinador, Cheryshev entrou porque estava preparado. "Conversei com ele ontem (quarta-feira). Falei sobre a possibilidade de termos que usá-lo nesse jogo. Não há nada demais. Eu o coloquei, como poderia ter colocado qualquer um dos 23 que estão aqui no grupo", afirmou o técnico. "Nos próximos dias, o mundo todo vai falar que jogamos bem. Eu sei. O que eu posso falar? Jogamos bem sim. Mas já foi. Agora o campeonato continua para nós. Não há relaxamento, precisamos manter a concentração alta."

Cheryshev nasceu na Rússia, mas formou-se como jogador profissional na Espanha porque seu pai, Dimitri Cheryshev, fez carreira jogando no país. Hoje, o jogador que marcou dois belos gols na estreia russa, em Moscou, atua no Villarreal.

No final da entrevista, o treinador elogiou muito o trabalho do técnico argentino Héctor Cúper, comandante do Egito, próximo adversário da equipe em jogo marcado para o dia 19. "É um excelente treinador. Sou um grande admirador do trabalho dele. Ainda não sabemos se Mohamed Salah vai jogar, mas estudados todos os nossos adversários e estamos preparados para qualquer jogo", disse.

"As próximas partidas serão em estádios diferentes, em cidades diferentes. Demos um primeiro passo, claro, mas é preciso manter a calma. Repito. Foi apenas o primeiro jogo da Copa. Antes éramos criticados e eu sei que nós merecíamos isso. Mas estou feliz, jogamos bem", finalizou o treinador.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />