Copa do Mundo: Carlos Queiroz diz que Irã tem obrigação de vencer Marrocos na estreia

As equipes se enfrentam nesta sexta-feira, às 12h (de Brasília), em São Petersburgo, pela rodada inaugural do Grupo B

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

Campinas, SP, 14 - Por estar em uma chave com Espanha e Portugal, o técnico da Seleção Iraniana, Carlos Queiroz, sabe que uma vitória contra Marrocos na estreia da Copa do Mundo é fundamental para sua equipe almejar uma histórica classificação às oitavas de final. As equipes se enfrentam nesta sexta-feira, às 12h (de Brasília), em São Petersburgo, pela rodada inaugural do Grupo B.

"Vai ser um jogo muito especial. Ambos temos a obrigação de buscar a vitória e por isso será um jogo muito competitivo. Temos grandes jogadores, temos nos preparado muito bem e estamos ansiosos para entrar em campo", afirmou o treinador português.

Copa do Mundo: Carlos Queiroz diz que Irã tem obrigação de vencer Marrocos na estreia
Copa do Mundo: Carlos Queiroz diz que Irã tem obrigação de vencer Marrocos na estreia
VAI COMO?
Apesar de ser um duelo fundamental, Queiroz disse que sua equipe não entrará em campo mais pressionada.

"A pressão é parte da Copa do Mundo e a gente gosta disso. A equipe que tenta se livrar da pressão tem um problema. Temos sacrificado muito para chegar aqui e agora temos que aproveitar", afirmou.

BATER DE FRENTE?
Sobre o estilo de jogo do Irã, Queiroz admitiu que dificilmente conseguirá colocar sua equipe no ataque, especialmente nos jogos contra Espanha e Portugal.

"Como todas as equipes, talvez tenhamos que nos defender em 80% de uma partida contra equipes mais fortes. Nosso objetivo é defender ao máximo, recuperar a bola e sair rápido para o ataque", informou.

ZEBRA?
Por isso, a Seleção Iraniana entrará em campo sem muitas responsabilidades. E aí é que Queiroz acredita que seu time poderá surpreender.

"Tenho dito aos meus jogadores que não importa o que aconteça no final da partida. O que importa é que a gente saia feliz e satisfeito com o que conseguimos aproveitar. Ser honesto, leal e dar o máximo para ganhar", concluiu.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />