Guia da Copa - Grupo E: Brasil é favorito em chave com Suíça, Sérvia e Costa Rica

A seleção brasileira são os mais cotados para avançar de fase e ao título na Rússia

por Agência Futebol Interior

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

Campinas, SP, 07 (AFI) - Faltam 10 dias para a estreia do Brasil na Rússia. A seleção está no Grupo E com adversários perigosos como Suíça e Sérvia, e a zebra da última edição Costa Rica. Os três jogos da chave serão um verdadeiro teste para a seleção comprovar que de fato é a favorita para o título da Copa do Mundo 2018.

Brasil na luta pelo hexa
Se depender das casas de apostas, o Brasil é o candidato mais forte desta edição. A equipe é a mais cotada para o título, dando R$ 5,00 para cada real. O time de Tite vem com um favoritismo tão grande que se chegar no mínimo das semifinais rende R$ 2,10 para R$ 1,00.

De fato o treinador montou uma equipe bem perigosa. O único problema é a condição física de Renato Augusto, que era titular da seleção e hoje é dúvida. Ainda assim, Tite une um grupo que é muito forte defensivamente e que permite poucos gols – foram somente dois nos últimos dez jogos – com um ataque letal. Além de Neymar, que é um dos melhores do mundo, o técnico tem nomes que estão em alta como Gabriel Jesus, Roberto Firmino, Philippe Coutinho, Willian e Douglas Costa.

A seleção brasileira são os mais cotados para avançar de fase e ao título na Rússia
A seleção brasileira são os mais cotados para avançar de fase e ao título na Rússia
Com tantos jogadores com condições de decidir, nada mais natural do que os brasileiros entrarem como favoritos em seu grupo, dando 6% de lucro por um lugar nas oitavas de final. O retorno salta para R$ 1,28 para R$ 1,00 se isso ocorrer com o primeiro lugar da chave.

Por outro lado, quem investir que a seleção cai ainda na fase de grupos, o que não ocorre desde 1966, fatura inacreditáveis R$ 19,00.

Ferrolho suíço
Em 2006, a Suíça conseguiu a façanha de ser eliminada da Copa do Mundo sem sofrer um gol sequer. A força defensiva se manteve em seis dos sete jogos das edições 2010 e 2014, quando levou apenas três gols no total. A única exceção foi a derrota para a França com uma goleada de 5 a 2.

Isso demonstra que mesmo que não seja impenetrável, a defesa da seleção dá trabalho. Este fator faz com que a equipe seja uma das bem cotadas para garantir uma vaga nas oitavas de final, pagando R$ 2,00 em cada real.

Acontece que é importante ficar atento com os suíços, pois o time também sabe jogar do meio para frente e a responsabilidade da criação de jogadas está com Xherdan Shaqiri. O jogador não está no seu auge, mas desde 2012 comandou equipes importantes, como Bayer de Munique e Internazionale e pode causar estrago se ficar livre.

Sérvia com estilo ofensivo
Dos três adversários do Brasil, a Sérvia deve ser a única que não deve jogar fechado. Embora um dos principais jogadores da equipe seja um volante, o Nemanja Matic, ex-Chelsea e atualmente no Manchester United, o time tem nomes talentosos na armação de jogadas.

Vindo de trás, Aleksandar Kolarov é uma lateral bem perigoso, enquanto os meias Zivkovic, Grujic e Ljajic fazem a bola girar e caso não se atrapalhem nas retrancas de Suíça e Costa Rica têm boas chances de conduzirem a equipe a classificação para as oitavas de final, dando R$ 2,20 para cada real. No entanto, a menos que surpreendam avancem em primeiro, dificilmente conseguirão ir muito longe na competição.

Costa Rica com excelente lembrança
A equipe mais cotada para ficar com a última posição do grupo é a Costa Rica, dando R$ 1,20 para cada real. De fato, a seleção é a mais fraca da chave, porém, já viveu esta história em 2014, quando deixou Inglaterra e Itália pelo caminho e só foi cair para a Holanda nas quartas de final.

A chance de uma zebra destas novamente é pequena, pois seus principais jogadores Bryan Ruiz e Bolaños não estão em uma boa fase. O único que se mantém em alta é o goleiro Keylor Navas, titular do Real Madrid. Esta situação faz com uma vaga nas oitavas de final renda inacreditáveis R$ 19,00 para cada real.

Jogos do Grupo E da Copa do Mundo
Domingo (17/06)

9h – Costa Rica (R$ 4,27) x (R$ 2,02) Sérvia. Empate: R$ 3,27

15h – Brasil (R$ 1,39) x (R$ 9,63) Suíça. Empate: R$ 4,78

Sexta-feira (22/06)

9h – Brasil (R$ 1,24) x (R$ 13,31) Costa Rica. Empate: R$ 6,10

15h – Sérvia (R$ 2,93) x (R$ 2,61) Suíça. Empate: R$ 3,14

Quarta-feira (27/06)

15h – Sérvia (R$ 8,93) x (R$ 1,38) Brasil. Empate: R$ 4,81

15h – Suíça (R$ 1,91) x (R$ 4,44) Costa Rica. Empate: R$ 3,37

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />