'Todas as seleções querem ganhar de nós', diz técnico da Alemanha

Apesar disso, Löw evita apontar a Alemanha como favorita ao bicampeonato

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

São Paulo, SP, 11 - O técnico Joachim Löw vai desembarcar na Rússia nesta terça-feira preocupado com a atenção que a seleção da Alemanha está ganhando por parte dos rivais nos últimos anos. Para o treinador, o seu time será o mais visado da Copa do Mundo por ser o atual campeão mundial e por liderar o ranking da Fifa nas últimas temporadas. Por tudo isso, ele acredita que a Alemanha terá mais dificuldade do que de costume no Mundial.

"Todas as seleções vão querer ganhar de nós. Somos os atuais campeões mundiais, os campeões da Copa das Confederações e os líderes do ranking nos últimos três ou quatro anos. Então, é normal que o nosso time seja caçado", afirmou o treinador, na véspera da viagem para a Rússia.

Apesar disso, Löw evita apontar a Alemanha como favorita ao bicampeonato. "Todos os times evoluíram muito desde 2014. A França está melhor, a Espanha está melhor, Brasil e Argentina também", disse o técnico, na reta final da preparação da Alemanha em Bolzano, no norte da Itália, local onde a língua alemã domina.

Por isso, o atual campeão mundial revelou que tem exigido bastante dos seus jogadores nos treinamentos. "Estamos treinando do melhor jeito possível, inclusive nas sessões físicas e táticas. E estamos trabalhando também na nossa mentalidade vencedora. São os fatores cruciais."

'Todas as seleções querem ganhar de nós', diz técnico da Alemanha
'Todas as seleções querem ganhar de nós', diz técnico da Alemanha
"Desenvolvemos bastante o nosso estilo de jogo. Mas o mesmo pode ser dito para os rivais. Para vencer novamente, tudo terá que sair bem. Mas detalhes vão fazer a diferença porque as equipes são parecidas, estão no mesmo nível. E vamos precisar de um pouco de sorte e também de um time sem lesões. Claro que teremos que jogar em alto nível. Caso contrário, poderemos voltar para a casa na fase de mata-mata."

Löw admitiu que o time alemão terá que fazer apresentações melhores do que fez no amistoso com a Áustria para ter alguma chance na Rússia. Na reta final de sua preparação para a Copa, os alemães foram batidos pelos austríacos por 2 a 1 em amistoso disputado em Viena. "Se cometermos tantos erros como fizemos contra a Áustria, não seremos mais do que um time mediano. Mas, se fizermos as coisas certas, será muito difícil nos enfrentar."

Campeã em 2014, no Brasil, a Alemanha vai estrear na Copa da Rússia no dia 17 contra o México no estádio Luzhniki, em Moscou. No Grupo F, os alemães também vão enfrentar a Suécia e a Coreia do Sul.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />