Piadas, respeito, espanto... Veja a reação da imprensa mundial após queda do Brasil

Eliminação na derrota para a Holanda, por 2 a 1, causou surpresa na imprensa mundial, que deram destaque ao fato

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 02 (AFI) - Antes da Copa do Mundo começar, o Brasil era considerado um dos grandes favoritos ao título. Até por conta disso, a eliminação na derrota para a Holanda, por 2 a 1, causou surpresa na imprensa mundial, que deram destaque ao fato.

Como já era esperado, o diário Olé, principal jornal esportivo da Argentina, usou sua tradicional ironia para tirar sarro dos brasileiros. Seu título estampava manchete: "Brasil 2014", lembrando que resta trabalhar para levar a próxima copa em casa.

Segundo o Olé, a Argentina "chorou um pouco" com a eliminação brasileira e exaltou as chances portenhas de levantar a taça. Maradona ao ser questionado sobre Brasil, disse ter coisas mais importantes para se preocupar.

Eliminados na primeira fase, os italianos não demonstraram tanto humor. A Gazzetta dello Sport destacou a declaração de Dunga assumindo a culpa pela derrota e alfinetada de Ronaldo a Felipe Melo. O Fenômeno disse no Twitter que se fosse o volante não passaria as férias no Brasil.

O diário Marca, da Espanha, também demonstrou certo respeito pelo Brasil. Em sua capa estampou em letras garrafais: "Tragédia brasileira nas quartas". O jornal destacou Sneijder como o protagonista do jogo.

Outro que exaltou o camisa 10 holandês foi o The Sun, da Inglaterra. Suas manchetes tinham "Coragem Holandesa" e "Super Sneijder derruba estrelas do samba". O L'Equipe, da França, também utilizou o trocadilho: "Samba da Holanda".

Por fim, os alemães do Bild, talvez pela rivalidade com a Laranja Mecânica, quase não falaram sobre o jogo. O destaque ficou para a presença da "patricinha" Paris Hilton, na torcida brasileira. No texto do jogo, destacou: "Brasil fora da Copa" e "Europa vence primeiro confronto contra a América do Sul", exaltar a Holanda.