Rivais: Julio Cesar diz aos argentinos que no final dará samba

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - Não é de hoje que Brasil e Argentina são os protagonistas dos maiores duelos fora de campo. Depois da goleada da equipe do técnico Diego Armando Maradona sobre a frágil Coréia do Sul, por 4 a 1, na última quinta-feira, o goleiro Julio Cesar deu seu recado.

Leia mais:
Alemanha 0 x 1 Sérvia - Favoritos experimentam amarga derrota

Depois de reconhecer as qualidades dos eternos rivais, o melhor goleiro do mundo ironizou e disse que o tradicional ritmo brasileiro era impedir o clássico som do tango.

“É normal que vocês falem tanto da Argentina neste Mundial, é uma seleção forte e nossa eterna rival. Quando se fala da Argentina todo mundo lembra do Brasil, e vice-versa. Mas tenho certeza que no final vai dar samba”, assegurou.

Elogios!
Com duas vitórias na competição e praticamente classificada à próxima fase, a Argentina, segundo o camisa 1 do Brasil, além de sua tradição no futebol mundial, possui um jogador que desequilibra qualquer partida.

“Os argentinos tem que ser sempre respeitados pelos jogadores que tem, pela sua tradição no futebol. Até porque eles contam com um jogador que individualmente desequilibra, que é o Messi. Não é surpresa o que ele vem fazendo na Copa. O Messi tem tudo para brilhar”, elogiou o goleiro atual premiado com o título de melhor do mundo.

Tensão
As tensões entre as duas potencias do mundial vão se esquentando conforme as duas seleções vão avançando no torneiro. Até mesmo ex-jogadores, como Pelé e Maradona, já trocaram provocações. O meia Verón também ironizou a alegria do futebol brasileiro e ouviu as sinceras respostas do artilheiro Luis Fabiano.