Às vésperas da Copa, João Havelange é internado no Rio

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 25 (AFI) - O presidente de honra da FIFA, João Havelange, continua internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. Segundo sua assessoria, o dirigente está hospitalizado desde o dia 19 de maio, tratando uma infecção facial.

Veja também:
Volante de time grande de São Paulo é visto em boate GLS

Os boletins médicos do hospital informam que Havelange, de 94 anos, passa bem e está sendo medicado com antibióticos, e de acordo com as previsões, deve receber alta neste próximo final de semana, já que está praticamente curado do processo infeccioso que causou sua internação.

É o que diz o comunicado oficial: "O paciente Jean Marie Faustin J. Havelange foi internado às 19h15 do dia 19 de maio, no Hospital Samaritano - Rio de Janeiro. A internação aconteceu por conta de uma infecção na face. Foi iniciado tratamento antibiótico e o processo infeccioso encontra-se em fase de resolução".

Atuação de destaque
Jean-Marie Faustin Goedefroid de Havelange, apesar da descendência belga, nasceu no Rio de Janeiro, em 1916. Entre 1956 e 1974, presidiu a CBD, antiga Confederação Brasileira de Futebol, fundada em 1919. Havelange também é o membro mais antigo do Comitê Olímpico Internacional (COI), figurando no quadro de participantes desde 1963.

Apesar de sua bela atuação pelos dois órgãos, o dirigente esportivo é conhecido por sua história na FIFA, entidade máxima do futebol internacional da qual foi presidente entre 1974 e 1998. Logo após sua saída, foi eleito presidente de honra do órgão.

"Dirigente do Século"
Em 1999, foi eleito um dos três maiores dirigentes do século, em pesquisa realizada pelo COI, ao lado de nomes como Pierre de Coubertin, fundador do próprio COI e idealizador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, e Juan Antônio Samaranch, falecido ex-presidente do COI e um dos ícones do esporte mundial.

Como homenagem a seus serviços prestados ao futebol brasileiro, ganhou até nome em estádio. É o caso do Engenhão, que na realidade tem o nome de Estádio Olímpico João Havelange. Em Uberlândia, o estádio municipal da cidade também leva seu nome: Estádio Municipal João Havelange. Em 2000, o Brasileirão também teve o nome de Copa João Havelange.

Além da atuação como dirigente, também foi atleta olímpico brasileiro, em 1936 como nadador, e também em 1952, como jogador de polo aquático, nas Olimpíadas de Helsinqui. Também foi presidente do Fluminense, em 1956, foi dirigente do Botafogo, em 1937.