Mundial feminino de futebol tenta diminuir abismo com sua versão masculina

"Não é só o Mundial feminino. Copa é Copa e temos de dar importância para isso", disse o diretor de marketing da Visa, no Brasil

por Agência Estado

Campinas, SP, 21 - O Mundial feminino de futebol na França tem tudo para quebrar uma barreira histórica: dar mais visibilidade à versão entre as mulheres do esporte mais popular do planeta. A Rede Globo já anunciou que vai exibir todas as partidas da seleção brasileira ao vivo e o SporTV transmitirá os 52 jogos da competição. Patrocinadores estão promovendo campanhas e ativações para fortalecer o torneio, inclusive com o mesmo tratamento dado à Copa da Rússia, na versão masculina do torneio.

MESMO TRATAMENTO

"De fato o assunto tem se tornado mais relevante no mercado. Não é só o Mundial feminino. Copa é Copa e temos de dar importância para isso. Vamos fazer ativação de marca na França e a mesma entrega que temos nos outros eventos a gente tem no Mundial feminino. É o mesmo tratamento", explicou Rodrigo Bochicchio, diretor de marketing da Visa no Brasil, patrocinadora global da Fifa.

Nesta terça-feira, a mascote da Copa do Mundo feminina de futebol visitou a redação do Estado. Ettie, um pintinho, participou do programa Estadão Esporte Clube, no Facebook, e tirou dezenas de fotos. A curiosidade é o fato de a mascotinha ser "filha" do Footix, que foi o símbolo na Copa do Mundo masculina de 1998.

O Mundial feminino de futebol terá início no dia 7 de junho e se encerrará em 7 de julho. (Foto: Divulgação)
O Mundial feminino de futebol terá início no dia 7 de junho e se encerrará em 7 de julho. (Foto: Divulgação)

PRIMEIRO TÍTULO

O Mundial feminino de futebol terá início no dia 7 de junho e se encerrará em 7 de julho.

O Brasil tenta o seu primeiro título e chega ao torneio com grandes estrelas como Marta, Cristiane, Formiga e Andressa Alves, mas com o peso de vir de uma sequência muito ruim de resultados negativos.

Na competição com 24 seleções, a equipe comandada pelo técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, está no Grupo C ao lado de Austrália, Itália e Jamaica.

CENÁRIO

A delegação brasileira embarcou nesta terça-feira rumo a Portugal para iniciar na cidade de Portimão os treinos até a estreia no Mundial, no dia 9 de junho, diante da Jamaica. A atacante Andressa Alves, que disputou a final da Liga dos Campeões da Eduropa com o Barcelona no último sábado, ganhou dois dias de folga e vai se apresentar nesta quinta.