MP pede para Allianz Parque mudar formato de evento da final da Copa do Brasil

Comunicado veio após o Estado ter novas restrições diante do avanço do novo coronavírus

por Agência Estado

São Paulo, SP, 26 - O promotor de Justiça Arthur Pinto Filho, da Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos do Ministério Público (MP), pediu nesta quinta-feira para o Allianz Parque mudar a configuração do evento marcado para o próximo domingo por causa dos cuidados com a pandemia do novo coronavírus. A arena abriu a venda de ingressos e quer receber até 2 mil pessoas para transmitir pelo telão a final da Copa do Brasil entre Grêmio e Palmeiras com o público separado em mesas distanciadas por 2 metros entre si.

Na portaria, o promotor cita a reportagem do Estadão que trouxe detalhes sobre o evento e relata que por causa da elevada quantidade de casos de covid-19 em São Paulo, o formato precisa ser alterado.

O Allianz Parque recebeu duas propostas para readequação. Na primeira, evento precisa ser montado no esquema drive-in, com as pessoas sem poder sair dos carros. Na segunda, o limite de público tem de ser reduzido de 2 mil para 1,2 mil pessoas.

PALMEIRAS USA TIME MISTO E PERDE DO GALO

SEM POSIÇÃO
O Allianz Parque foi procurado pela reportagem para comentar o assunto, mas ainda não retornou o contato. Na portaria, o promotor explicou que fez na tarde desta quinta-feira uma reunião com representantes da arena.

Nesse encontro, os gestores do estádio do Palmeiras explicaram ser difícil mudar o evento por causa da venda de ingressos e pela organização já realizada para receber o público.

Ideia era que Arena recebesse até 2 mil pessoas no domingo
Ideia era que Arena recebesse até 2 mil pessoas no domingo

"Ocorre que só a movimentação de duas mil pessoas na região do estádio já indica uma aglomeração não condizente com o denominado Plano São Paulo. Serão duas mil pessoas indo na mesma direção, entrando no local praticamente no mesmo horário e dele saindo no mesmo instante. Muitos ainda irão pegar seus veículos no mesmo estacionamento do local", escreveu o promotor na portaria.

A arena explicou ao MP que desde outubro tem se preparado para organizar a transmissão de um jogo. A proposta do evento de domingo é que cada mesa seja ocupada por até quatro pessoas da mesma família e não exista aproximação com qualquer outro grupo de torcedores.

O Allianz Parque tem realizado nos últimos meses uma série de eventos, porém todos foram no formato drive-in.