Willian Arão diz que o Flamengo poderia ter definido no 1.º tempo: ”Faltou caprichar"

Volante reconhece que o time se perdeu depois que sofreu dois primeiros gols bem cedo no segundo tempo

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 18 (AFI) - Cansado, desarticulado e sem força de reação. Este foi o Flamengo eliminado pelo São Paulo das quartas de final da Copa do Brasil, após uma derrota incômoda por 3 a 0, no Morumbi. Não dá para reclamar da falta de sorte, nem de injustiça porque nos dois jogos o time paulista se mostrou superior, vencendo no Maracanã por 2 a 1.

Para o volante Willian Arão a eliminação foi sofrida, mas reconheceu que o time fez dois tempos distintos.

Pablo e Luciano marcaram no Morumbi
Pablo e Luciano marcaram no Morumbi
“No primeiro nós tivemos mais posse de bola, criamos algumas oportunidades e faltou caprichar nos passes. No segundo, sofremos os gols cedo e não reagimos”.

No lance do terceiro gol ele tentou recuar para o goleiro Diego Alves, mas entregou de badeja nos pés de Pablo.

“Eu fui empurrado pelo Daniel Alves, que me desequilibrou. Houve a falta que não foi marcada” – defendeu-se.

CENI FALA DO LADO PSICOLÓGICO
O técnico Rogério Ceni concordou com Arão na sua coletiva.

"Realmente nosso time se perdeu quando sofreu os gols. Além do cansaço, acho que também pecamos no lado psicológico" - detectou.

O técnico não quis reclamar de nada, só reforçando o pedido para a torcida apoiar o time.

"A torcida precisa apoiar estes jogadores que conquistaram tudo pelo clube, porque o futebol de qualidade vai voltar. Vamos descansar, recuperar os jogadores fisicamente e voltar a mostrar um grande futebol" - prometeu.

No final de semana, o Flamengo volta a jogar pelo Brasileirão. Vai pegar o Coritiba, sábado, ás 19 horas no Maracanã pela 22.ª rodada.