Athletico 0 x 1 Flamengo - Bruno Henrique fez o dele e depois o goleiro garantiu

Cansado por tantos jogos, o Flamengo jogou no sacrifício, fez um gol e depois se garantiu lá atrás com Hugo

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 28 (AFI) – O Flamengo largou na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil ao vencer o Athletico, por 1 a 0, nesta quarta-feira à noite, na Arena da Baixada. Agora no jogo de volta, o time carioca pode jogar até pelo empate para avançar às quartas de final. A definição da vaga vai acontecer no jogo de volta, na próxima quarta-feira, às 21h30, no Maracanã.

O time paranaense precisa vencer por dois gols de diferença para não depender dos pênaltis, que será a alternativa, caso o Furacão vença por um gol de diferença. O time vive má fase, com nove jogos sem vitórias e três derrotas seguidas em casa.

Desta vez não foram as conhecidas estrelas que brilharam no Flamengo, como Bruno Henrique e Pedro. O grande destaque nesta vitória foi o goleiro Hugo. Ele fez grandes defesas no segundo tempo, quando o time carioca levou muita pressão. Com certeza, garantiu a vitória.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

MENGO NA FRENTE
O jogo começou aberto, com os dois times criando chances. Aos 17 minutos, o visitante quase abriu o placar quando Isla cruzou na medida para Pedro, que finalizou seco. A bola, porém, saiu.

No minuto seguinte, o Athletico respondeu com perigo. Reinaldo fez a fila na defesa flamenguista e rolou para a finalização de Nikão. Mas ele pegou mal na bola e isolou por cima do travessão.
Quem não faz toma.

Aos 19 minutos, saiu o gol. Isla, de novo, cruzou na cabeça de Pedro que testou no travessão. A sobra ficou para Bruno Henrique, na pequena área, só empurrar para as redes.

Athletico criou muitas chances atrás do empate
Athletico criou muitas chances atrás do empate

FURACÃO GIGANTE
O Furacão voltou agressivo no segundo tempo, com Walter fazendo bem o pivô na frente da área. O time criou duas grandes chances para empatar, ambas paradas nas mãos do goleiro
Hugo, em mais uma noite inspirada.

A primeira chance saiu aos 10 minutos, quando Nikão armou a jogada e fez o passe açucarado para o chute de Walter, que soltou a bomba, mas Hugo saltou e espalmou para escanteio.

Bom jogo na Arena da Baixada
Bom jogo na Arena da Baixada

DEFESA E TRAVE
Aos 18 minutos, Walter puxou a marcação e fez o passe para Reinaldo, que limpou um marcador e chutou rasteiro. O goleiro Hugo saltou, deu o tapa e a bola tocou na trave. Mas voltou nas suas mãos. Todo grande goleiro também precisa ter sorte.

Thiago Maia cortou a saída de bola do Furacão e deu para Pedro, já dentro da grande área. Ele

fez o giro e bateu cruzado com a bola indo para fora. Mas houve o pedido de pênalti, analisado pelo VAR e que seguiu rapidamente. Não foi nada. Segue o jogo aos 25 minutos.

PÊNALTI E DEFESA

Mas a chance de ouro do Furacão saiu num pênalti marcado com ajuda do VAR, aos 38 minutos. Léo Cittadini tentou o domínio e foi travado por Renê. O lance duvidoso teve a presença do VAR e a confirmação do pênalti.

Na cobrança, aos 31 minutos, Walter encheu o peito e soltou a bomba à meia altura. Mas Hugo saltou do lado direito e rebateu para a defesa aliviar. Walter não acreditou. Hugo, 21 anos, fera!!!

DOMÈNEC ANALISA VITÓRIA APERTADA DO MENGO

Walter perdeu pênalti
Walter perdeu pênalti

FECHOU A CASINHA
Se o Flamengo passou aperto atrás, muito se deve a atuação dos atacantes. Foram muitas chances perdidas na frente. Pedro não estava com a mira apurada.

O máximo que conseguiu foi carimbar o travessão. E Bruno Henrique teve a chance de aliviar a pressão ao bater cruzado, raspando.

ZAGUEIRO POR ATACANTE
Domènec, adepto a futebol ofensivo, trocou Pedro pelo zagueiro Gustavo Henrique no fim do jogo. Queria garantir a vitória e a boa vantagem para a semana que vem.

O Flamengo não se intimidou em dar chutões para o alto. Somou sua nona vitória na série de 12 jogos sem perder. Já o Athletico-PR chegou ao nono jogo sem triunfo.

Ficha Técnica

Fase
Oitavas de Final
Rodada
1ª rodada
Data
28/10/2020
Horário
21h30
Local
Arena da Baixada - Curitiba (PR)
Árbitro
Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes
Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Celso Luiz da Silva (MG)

Cartões Amarelos
Flamengo-RJ: Renê, Isla

Gols
Flamengo-RJ: Bruno Henrique 19' 1T
Athletico-PR
Santos;
Erick, Zé Ivaldo, Aguilar e Márcio Azevedo (Abner);
Richard (Wellington), Christian (Lucho Gonzalez), Léo Cittadini e Nikão; Reinaldo (Carlos Eduardo) Walter (Fabinho).
Técnico: Paulo Autuori
Flamengo-RJ
Hugo Souza;
Isla, Gabriel Noga, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê);
William Arão, Thiago Maia e Éverton Ribeiro;
Vitinho (Daniel Cabral), Bruno Henrique e Pedro (Gustavo Henrique).
Técnico: Domènec Torrent