Ferróviaria 6 x 2 Águia Negra-MS - Chocolate grená e nem é Páscoa!

Agora, a Ferrinha, que embolsou R$ 1,5 milhão, vai encarar o classificado do embate entre América-MG e Operário-PR

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 26 (AFI) - Diferentemente do Campeonato Paulista, a Ferroviária jogou bem e venceu nesta quarta-feira. O time do técnico Sérgio Soares meteu 6 a 2 no Águia Negra na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, e se classificou à terceira fase da Copa do Brasil. Essa é a maior goleada da edição 2020, superando os 5 a 1 do Brusque sobre o Remo.

O garoto Claudinho foi o nome do jogo com dois gols e uma assistência. Henan, Tony, Max e Caio Rangel completaram a festa grená. Salomão e Pedro, enquanto isso, fizeram para os visitantes. Agora, a Ferrinha, que embolsou R$ 1,5 milhão, vai encarar o classificado do embate entre América-MG e Operário-PR. O mando de campo será sorteado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

TRANSMISSÃO!
Este jogo foi transmitido, ao vivo, pelos Campeões da Bola, equipe da Rádio Cultura de Araraquara. A emissora é parceira do Portal FUTEBOL INTERIOR.

HISTÓRICO
Essa é a primeira vez que a Ferroviária chega à terceira fase da Copa do Brasil. Em 2016, a Ferrinha tinha ido mais longe ao ser eliminada na segunda fase pelo Fluminense. Apesar da goleada, apenas 1.310 pagantes estiveram na Arena Fonte Luminosa. A renda bruta foi de R$ 17.455,00.

CINCO GOLS!
O primeiro tempo foi movimentado em Araraquara. Os dois clubes buscaram e fizeram gols. A primeira chance foi para os visitantes. Aos 4 minutos, Preto recebeu cruzamento na medida de Salomão e cabeceou nas redes pelos lados de fora da Ferroviária. O donos da casa, aliás, responderam em grande estilo.

Aos 7 minutos, Patrick Brey tabelou com Tony e cruzou rasteiro para Henan abrir o marcador de carrinho. O Águia Negra, no entanto, não desanimou. Aos 18 minutos, Salomão pegou desprevenido o goleiro Saulo, que esperava o cruzamento, e fez o gol de empate de falta.

Tony anotou de pênalti. (Foto: Divulgação)
Tony anotou de pênalti. (Foto: Divulgação)

A Ferroviária não desistiu e descabou a fazer gols. Aos 33 minutos, Patrick Brey recebeu e ficaria de frente para o gol, mas Virgulino o derrubou na área. Na cobrança, o capitão Tony bateu rasteiro e estufou o barbante sul-mato-grossense.

GAROTO TEM ESTRELA!
Aos 44 minutos, o Águia Negra teve chance de empatar, mas Preto, mesmo cara a cara, bateu e viu o goleiro Saulo fazer uma defesaça. Dois minutos depois, Claudinho fez seu primeiro gol como profissional. O garoto da Ferrinha recebeu de Tony, cortou a zaga e bateu na saída do goleiro.

No minuto seguinte, Hygor trombou com Filipe. O goleiro sul-mato-grossense esqueceu de voltar para o gol e Claudinho tocou por cobertura para fazer seu segundo gol no jogo e o quarto dos donos da casa.

Claudinho fez dois. (Foto: Divulgação)
Claudinho fez dois. (Foto: Divulgação)

NA TRAVE E GOL!
O segundo tempo manteve o ritmo. Aos 4 minutos, o Águia Negra quase fez gol olímpico, mas a bola bateu na trave. A resposta da Ferrinha veio aos 10 minutos. Claudinho pegou bola rebatida e chutou firme, mas acertou a trave. Dois minutos depois, o Águia Negra tentou diminuir com Marinho, mas a cabeçada saiu.

A Ferroviária voltou ao ataque aos 14 minutos e ampliou. Claudinho fez boa jogada pela direita e tocou para o zagueiro Max que dominou no peito e bateu no canto direito. Aos 38 minutos, Salomão tocou para Pedro que diminuiu o marcador. Antes do apito final, Caio Rangel marcou mais um. Ele bateu pênalti, Filipe defendeu, mas o próprio completou para as redes.

Ficha Técnica

Fase
Segunda Fase
Rodada
1ª rodada
Data
26/02/2020
Horário
20h30
Local
Arena Fonte Luminosa - Araraquara (SP)
Árbitro
Jonathan Antero Silva (RO)

Renda
R$ 17.455,00
Assistentes
Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Rener Santos de Carvalho (AC)

Público
1.310 pagantes
Cartões Amarelos
Ferroviária-SP: Bruno Recife, Tony, Caio Rangel
Águia Negra-MS: Teteu, Salomão, Pedro, Marcelinho

Gols
Ferroviária-SP: Henan 7' 1T, Tony 33' 1T, Claudinho 46' 1T, Claudinho 47' 1T, Max 14' 2T, Caio Rangel 48' 2T
Águia Negra-MS: Salomão 18' 1T, Pedro 38' 2T
Ferroviária-SP
Saulo;
Lucas Mendes, Max, Elton e Bruno Recife ;
Mazinho, Tony (Karl) e Claudinho (Léo Artur);
Henan, Hygor (Caio Rangel) e Patrick Brey.
Técnico: Sérgio Soares
Águia Negra-MS
Filipe Panek;
Marcelinho, Felipe Virgulino, Jonatan Bahia e Teteu (Pedro Isidoro);
Wesley Mutuca, Jorginho e Marinho (Kareca);
Salomão, Preto e Erick Bahia (Adriano).
Técnico: Rodrigo Cascca