Copa do Brasil: Vasco tenta espantar a crise contra o Altos-PI

Eliminado precocemente na fase de grupos da Taça Guanabara, o primeiro turno do Carioca, o time vascaíno só precisa de um empate

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 12 - O técnico Abel Braga foi recebido com carinho por centenas de torcedores do Vasco em Teresina para o jogo contra o Altos, nesta quarta-feira, às 21h30, no Estádio Albertão. Mas um resultado que não seja a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil pode tornar o ambiente em São Januário insustentável para o treinador.

Eliminado precocemente na Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, antes da disputa das semifinais, o time vascaíno só precisa de um empate para obter a classificação. O Altos joga em casa, mas é obrigado a vencer para seguir na competição nacional.

Apesar de atuar no campo do adversário, Abel escalou um Vasco ofensivo. Talles Magno, Marrony e Cano formam o trio de ataque. O colombiano Fredy Guarín, de contrato novo, não viajou para Teresina e só deve fazer sua reestreia na equipe cruzmaltina na primeira rodada da Taça Rio, em março.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Depois do jogo pela Copa do Brasil, o Vasco terá uma semana para o duelo de volta com o Oriente Petrolero, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, pela Copa Sul-Americana. Os cariocas venceram o jogo de ida, em São Januário, por 1 a 0, com gol do argentino Cano.

A diretoria do Altos criou um terceiro uniforme, com uma faixa transversal, em homenagem ao Vasco para ser usado na partida. Segundo o presidente da equipe piauiense, Warton Lacerda, trata-se de uma jogada de marketing.

"Tem muita torcida do Vasco na região. A ideia é aproveitar para vender."

Ao contrário do Vasco, que não vive boa fase, o Altos não perdeu nos cinco últimos jogos.