Inter pega bicampeão Cruzeiro para voltar à final da Copa do Brasil após 10 anos

Graças à vitória em Belo Horizonte, Colorado tem a vantagem do empate para se classificar à decisão

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 04 - Depois de ter vencido o confronto de ida das semifinais por 1 a 0, no último dia 7 de agosto, no Mineirão, o Internacional enfrenta o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre, para confirmar a sua vaga na decisão diante dos seus torcedores e voltar a disputar o título da competição após dez anos.

Na última vez em que chegou à final, em 2009, o time gaúcho acabou sendo superado pelo Corinthians, que então festejou o seu terceiro troféu do torneio.

Já a equipe cruzeirense, atual bicampeã e clube mais vencedor da história da Copa do Brasil, com seis taças, tentará avançar à decisão pelo terceiro ano consecutivo.

Com o triunfo obtido em Belo Horizonte, o Inter terá a vantagem de poder empatar para seguir em frente em sua campanha, enquanto o seu rival precisará de uma vitória por dois gols de diferença para se classificar ou de um triunfo por placar mínimo para ao menos levar a disputa da vaga às cobranças de pênaltis.

PRA FAZER HISTÓRIA

Por vaga na final, Internacional e Cruzeiro se reencontram após um mês - Ricardo Duarte / Internacional
Por vaga na final, Internacional e Cruzeiro se reencontram após um mês

Em vantagem no mata-mata, o Inter tentará passar à decisão da Copa do Brasil pela terceira vez. Na primeira oportunidade em que alcançou este objetivo, em 1992, ficou com o título ao levar a melhor sobre o Fluminense.

Do outro lado, o Cruzeiro tentar fazer valer a tradição de quem poderá ir pela nona ocasião à final - além de ter faturado a taça em 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018, o clube ainda foi vice-campeão em 1998 e 2014.

Essa tradição de "time copeiro" foi exaltada nesta terça-feira pelo experiente goleiro Fábio, de 38 anos, que está no clube mineiro desde 2005 e ostenta 841 jogos disputados com a camisa celeste.

E o jogador também destacou a melhora que vem sendo apresentada pela equipe desde a chegada do técnico Rogério Ceni como um fator de peso para os atletas acreditarem que é possível reverter a vantagem do rival colorado no Sul.

"A chegada do Rogério foi importante, algo novo na implementação do trabalho. Foram poucos dias, três semanas, e primeiramente ele frisou mais o Brasileiro, onde a gente precisava das vitórias para melhorar na tabela o mais rápido possível. Conseguimos em poucas semanas bons resultados, uma evolução nítida em todos os aspectos dentro de campo. Agora ele frisou que temos a oportunidade nesse jogo de volta de conseguir fazer história e novamente ir para uma final, que seria o terceiro ano consecutivo", disse Fábio.

O LADO MINEIRO

Neste último treinamento para o jogo, o Cruzeiro não contou com o zagueiro Dedé, que ficou no hotel onde a equipe está concentrada realizando trabalhos com o fisioterapeuta Charles Costa.

Em Porto Alegre, Cruzeiro tenta reverter vantagem em busca de tricampeonato - Bruno Haddad / Cruzeiro EC
Em Porto Alegre, Cruzeiro tenta reverter vantagem em busca de tricampeonato

Por isso, ele é considerado dúvida na escalação. Se não puder atuar, deverá ser substituído por Fabrício Bruno. E uma novidade na formação cruzeirense contra o Inter deverá ser o também zagueiro Léo, que ficou fora dos três últimos confrontos por causa de problemas físicos e treinou normalmente nesta terça.

Já o lateral-direito Orejuela, que vinha sendo escalado como titular por Ceni, vai desfalcar o Cruzeiro por estar com a seleção colombiana convocada para os amistosos contra Venezuela e Brasil. Edilson entrará em seu lugar.

TRAUMA SUPERADO

Pelo lado do Inter, o volante Patrick garantiu nesta terça que o time comandado por Odair Hellmann superou o trauma provocado pela eliminação sofrida diante do Flamengo nas quartas de final da Copa Libertadores, assim como assegurou que a equipe não vai se acomodar com a vantagem conquistada no duelo de ida, no Mineirão, e buscará marcar gols desde o início do duelo com os cruzeirenses.

"O passado já passou. Temos de jogar para ganhar. Não podemos dar chance de contra-ataque. Vamos jogar na nossa casa e temos de buscar a vitória", disse o atleta, que lembrou o fato de o colorado gaúcho ainda não ter sido derrotado em seu estádio neste ano em competições nacionais. "Se não perdermos de novo, estaremos na final", reforçou.

Para este confronto, Odair não poderá contar com o atacante Wellington Silva, que está na Espanha, onde defendeu o Levante, para prestar depoimento à Justiça na investigação sobre um suposto caso de manipulação de resultados.

Internacional coloca em xeque eficiência defensiva para voltar à final da Copa do Brasil - Bruno Haddad / Cruzeiro EC
Internacional coloca em xeque eficiência defensiva para voltar à final da Copa do Brasil

Ele não voltará a tempo para a partida. Para completar, o treinador não terá à disposição Rodrigo Dourado, Galdezani e Natanael, todos lesionados. O último treino para o jogo foi fechado para a imprensa.

O meia argentino D'Alessandro e o lateral-direito Bruno, poupados diante do Botafogo, pela rodada passada do Brasileirão, no sábado, devem voltar ao time.

Outro que tem boas chances de começar a partida entre os 11 é o atacante uruguaio Nico López, que encerrou um longo jejum de gols de 24 jogos neste último confronto.