Flamengo 1 (1) x (3) 1 Athletico-PR - Nos pênaltis, Furacão desbanca Mengo

Quase 70 mil torcedores foram ao Maracanã e viram mais um tropeço rubronegro em jogos decisivos

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 18 - Diante de quase 70 mil torcedores, o Athletico-PR conquistou a vaga na semifinal da Copa do Brasil, ao eliminar o Flamengo, nesta quarta-feira à noite, no Maracanã.

Depois de empate, por 1 a 1 (mesmo placar de Curitiba no primeiro jogo), o time paranaense venceu a disputa de pênaltis por 3 a 1 e agora vai enfrentar o Grêmio por uma vaga na decisão. O goleiro Santos foi o herói do jogo com duas defesas.

COMEÇOU COM TUDO
Empurrado por um Maracanã lotado, o Flamengo começou o jogo imprimindo grande pressão. Sempre jogando pelas pontas, o time rubro-negro teve a chance de abrir o placar. Diego descobriu Gabriel na ponta-esquerda. O cruzamento encontrou Arrascaeta, mas Santos fez grande defesa.

O Athletico, como fez em Curitiba, apostou na velocidade de Marcelo Cirino e Rony. E ainda festejou a contusão de Arrascaeta, que deixou o campo, aos 12 minutos, com suspeita de lesão muscular na coxa direita.

Athletico-PR calou quase 70 mil pessoas no Maracanã ao eliminar o Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Athletico-PR calou quase 70 mil pessoas no Maracanã ao eliminar o Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

SENTIU FALTA?
O Flamengo deu a impressão de que não sentiria a falta de seus articulador das jogadas. Aos 15, Gabriel, desta vez pelo lado direito, tocou para Rafinha, que cruzou para Lincoln. Santos fez grande defesa e a bola ainda bateu na trave esquerda.

Na defesa, o time carioca e mostrou melhor posicionado e menos vulnerável. Jorge Jesus sempre deixou pelo menos quatro jogadores em seu campo para não ser surpreendido.

Aos poucos, Diego e Everton Ribeiro ficaram sobrecarregados e passaram a sofrer com a forte marcação paranaense. Aos 29, o Athletico assustou Diego Alves, quando Marcelo Cirino escapou pela direita e rolou para a bonita finalização de Rony. A bola saiu forte, mas por cima.

RITMO CAIU
Nos últimos 15 minutos, o nível técnico caiu. Wellington e Diego travaram lances violentos, nos quais tapas foram dados de ambos os lados. O árbitro Wilton Pereira Sampaio aplicou três cartões amarelos, mas poderia ter usado ainda mais. Preferiu conversar com os jogadores, o que provocou muitas reclamações. Gabriel levou amarelo após o apito final do primeiro tempo.

Gabigol chuta para marcar o gol que colocou o Flamengo na frente (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Gabigol chuta para marcar o gol que colocou o Flamengo na frente (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)














FLA NA FRENTE
O segundo tempo foi bastante disputado, mas apenas nas duas intermediárias. O Athletico claramente esperou por um erro do adversário, enquanto o Flamengo não conseguiu sair da marcação. Destaque para a disputa entre Robson Bambu e Berrío, que entrou no lugar de Lincoln.

Aos 16 minutos, Vitinho fez bela jogada pela esquerda e cruzou para o meio da área. Everton Ribeiro escorou de cabeça e Gabriel bateu de primeira para vencer Santos.

O gol enlouqueceu o Maracanã e desconcentrou o Athletico. Aos 24, ao ser substituído, Nikão chutou o microfone que estava próximo ao banco de reservas da equipe paranaense.

TUDO IGUAL


O jogo estava controlado pelo Flamengo, mas, aos 31, Bruno Nazário fez grande lançamento para Rony. Em grande velocidade, o atacante bateu na saída de Diego Alves: 1 a 1.

O Flamengo acusou o golpe e se desmantelou taticamente em campo.

O Athletico ficou satisfeito com o empate, mas, devido à desconcentração do adversário, ainda teve chances de fazer o segundo gol com Lucho González e Rony.

NOS PÊNALTIS
A disputa da vaga na final foi para os pênaltis. Diego, Vitinho e Everton Ribeiro falharam pelo Flamengo. Apenas Cuellar marcou. Do lado do Athletico, Jonathan, Lucho González e Bruno Guimarães converteram. Bruno Nazário errou, mas a vaga foi para Curitiba.

Ficha Técnica

Fase
Quartas de Final
Rodada
2ª rodada
Data
17/07/2019
Horário
21h30
Local
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Wilton Pereira Sampaio (GO)

Renda
R$ 4.106.610,40.
Assistentes
Alessandro Alvaro Rocha de Matos (GO) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)

Público
64.884 pagantes (69.980 no total).
Cartões Amarelos
Flamengo-RJ: Renê, Gabriel
Athletico -PR: Léo Pereira, Rony, Bruno Guimarães

Gols
Flamengo-RJ: Gabriel 18' 2T
Athletico -PR: Rony 31' 2T
Flamengo-RJ
Diego Alves;
Rafinha (Rodinei), Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê;
Cuéllar, Everton Ribeiro, Diego, Arrascaeta (Vitinho);
Lincoln (Berrío) e Gabriel.
Técnico: Jorge Jesus
Athletico -PR
Santos;
Jonathan, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo (Lucho González);
Wellington, Bruno Guimarães e Nikão (Bruno Nazário);
Marco Ruben, Marcelo Cirino (Vitinho) e Rony.
Técnico: Tiago Nunes