Atlético-MG x Santos - Peixe vem cheio de otimismo para o início das oitavas

Time do técnico Jorge Sampaoli faz boa campanha no Brasileirão e chega com moral para duelo com o Galo

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 15 (AFI) - Invicto no Brasileirão após quatro rodadas, o Santos quer aproveitar o bom momento para largar bem na disputa das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo de ida contra o Atlético-MG está marcado para as 19h15 desta quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte.

Este jogo vai ser transmitido, ao vivo, pela Rádio Futebol Interior em parceria com a RÁDIO ITATIAIA, de Belo Horizonte. E vai ser acompanhado online pelo PLACAR AO VIVO do Futebol Interior. Tanto no computador como no celular pelo App Placar FI.

PEIXE PERDE POUCO
A última derrota do time do técnico Jorge Sampaoli foi no dia 24 de março, quando perdeu por 2 a 1 para o Vasco, pela rodada de volta da quarta fase da Copa do Brasil, mas avançou por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0. Depois disso, começou o Brasileirão e as derrotas cessaram, com três vitórias e um empate na conta.

Outro fator que deixa o torcedor santista otimista é o histórico de confrontos contra o Galo em duelos de mata-mata. Nunca na história o Peixe foi eliminado pelo rival mineiro em três encontros; o primeiro em 1964, pelas quartas de final da Taça Brasil, o segundo em 1983, pelas semifinais do Campeonato Brasileiro, e o mais recente em 2010, dessa vez pela Copa do Brasil.

VAI OU NÃO VAI?
Do lado do Atlético, o historio geral pesa a favor, com 37 vitórias, 35 derrotas e 24 empates. O momento do time, no entanto, ainda é de desconfiança. Depois da perda do título mineiro e da eliminação precoce na Libertadores, houve um bom início no Brasileirão, com três vitórias seguidas, contra Avaí, Vasco e Ceará.

No último final de semana, veio a derrota por 2 a 0, em casa, para o Palmeiras, e a empolgação pelo começo positivo foi suprimida, até pela qualidade inferior dos primeiros adversários.

Foto: Ivan Storti / Santos FC
Foto: Ivan Storti / Santos FC

UMA DÚVIDA
O técnico Rodrigo Santana encerrou a preparação do Atlético nesta terça-feira, com os portões fechados. A tendência, de qualquer maneira, é que a equipe seja bastante parecido com a que foi utilizada na derrota para o Palmeiras.

A dúvida fica por conta do volante Adilson, que deixou a atividade mais cedo para fazer um trabalho na academia. Caso ele seja vetado pelo departamento médico, Zé Welison fica com a vaga em aberto na contenção do meio de campo.

Confira mais detalhes sobre o ATLÉTICO-MG !

'NEM EU SEI'
No Santos, os jogadores participaram de um treino tático no CT Rei Pelé, mas não sabem quem começará jogando em Minas Gerais. De acordo com o meia venezuelano Soteldo, o técnico argentino Jorge Sampaoli não informou nem ao elenco quem será titular.

"Acredito que depende de como o time (Atlético-MG) vai jogar. Se jogarem para cima, vamos para cima, sempre atacando, como o Sampaoli pede. Jogo a jogo estamos implementando isso. Sempre pensamos em ganhar", disse em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Para o jogo em Belo Horizonte, o que se sabe é que Sampaoli não poderá contar com o lateral-esquerdo Felipe Jonatan, que já disputou a atual edição da Copa do Brasil pelo Ceará e não pode entrar em campo por outra equipe. E o goleiro Everson, de acordo com o rodízio estipulado pelo técnico, começará jogando no lugar de Vanderlei.

Confira mais detalhes sobre o SANTOS !

Ficha Técnica

Fase
Oitavas de Final
Rodada
1ª rodada
Data
15/05/2019
Horário
19h15
Local
Arena Independência - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)

Renda
R$ 178.476,00.
Assistentes
Fabricio Vilarinho da Silva (SC) e Kleber Lucio Gil (SC)

Público
11.176 torcedores.
Cartões Amarelos
Atlético-MG: José Welison, Elias

Atlético-MG
Victor;
Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos (Patric);
Zé Welison, Geuvânio (Cazares), Elias, Luan (Nathan) e Chará;
Ricardo Oliveira
Técnico: Rodrigo Santana
Santos-SP
Everson;
Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar e Gustavo Henrique;
Victor Ferraz, Diego Pituca, Jean Lucas e Jorge;
Rodrygo (Cueva), Jean Mota e Derlis González (Soteldo)
Técnico: Jorge Sampaoli