Mixto-MT 1 x 2 Chapecoense - Virada no final esconde o mau futebol do Índio Condá

Verdão não jogou bem e correu sério risco de ser eliminado, mas fez dois gols no final e garantiu vaga na 3.ª fase

por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 6 (AFI) – Com uma virada nos últimos minutos de jogo, a Chapecoense venceu o Mixto-MT por 2 a 1, nesta quarta-feira à noite, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), garantindo sua passagem à terceira fase da Copa do Brasil.

O time catarinense perdia até os 44 minutos, quando Perotti empatou de cabeça e depois a virada saiu dos pés de Everaldo, aos 46 minutos. O seu adversário na próxima fase vai ser o Criciúma, num duelo catarinense.

COMEÇO SONOLENTO
O primeiro tempo foi sonolento. De um lado, o Mixto preocupado em não sofrer gol e marcar o adversário. De outro lado, o time catarinense mostrando muita lentidão e falta de agressividade.
No segundo tempo, a Chape voltou mais ligada e começou a criar chances.

A melhor delas aos 15 minutos, quando Lourency, na pequena área, cabeceou e a bola explodiu no travessão. Com maior volume, a expectativa era de que o gol sairia com naturalidade.
Chapecoense foi mal no primeiro tempo e virou nos minutos finais
Chapecoense foi mal no primeiro tempo e virou nos minutos finais


GOL INESPERADO

Mas o inesperado ocorreu aos 30 minutos: o gol do time do Mato Grosso. Até então, o goleiro João Ricardo não tinha feito nenhuma defesa. O meia Dinélson lançou Leandrinho pelo lado esquerdo e, de lá, saiu o levantamento. William Amendoim se antecipou a Luiz Otávio e cabeceou no ângulo de João Ricardo.

A partir daí, o Mixto recuou. O técnico Toninho Pesso tirou o atacante Allan Junior para a entrada do volante Alexsandro. Abalado pelo gol sofrido, a Chapecoense se desorganizou e quando tudo parecia perdido, conseguiu a virada.

GOLS DA VIRADA
Aos 44 minutos, Perotti, que tinha acabado de entrar no lugar de Renato, aproveitou de cabeça o levantamento de Eduardo.

O empate estaria levando a definição para os pênaltis, mas a Chapecoense marcou o segundo gol. Lourency fez boa jogada e deu o passe para Everaldo, que teve tempo de ajeitar e tocar entre as pernas do goleiro Vinícius. Isso aos 46 minutos.

COINCIDÊNCIA COM RIVAL
Curiosamente as atenções agora se voltam para a disputa do Campeonato Catarinense. No domingo a Chape vai sair justamente diante do Criciúma, no estádio Heriberto Hulse, a partir das 16 horas. A Chapecoense é terceira colocada, com 21 pontos, enquanto o Criciúma é sexto, colocado, com 14.

Ficha Técnica

Fase
Segunda Fase
Rodada
1ª rodada
Data
06/03/2019
Horário
21h30
Local
Arena Pantanal - Cuiabá (MT)
Árbitro

Renda
R$ 124.210,00
Assistentes

Público
4.675 pagantes (5.051 Total)
Cartões Amarelos
Mixto-MT: Rodrigo Biro
Chapecoense-SC: Rafael Pereira

Gols
Mixto-MT: William Amendoim 30' 2T
Chapecoense-SC: Perotti 44' 2T, Everaldo 46' 2T
Mixto-MT
Vinícius;
Arilton, Marlon, Mateus Alves e Leandrinho (Rodrigo Biro);
Lucas Coutinho, Arthur e Dinélson (Valtinho);
William Amedoim, Alan Junior (Alexsandro) e Yan Philippe
Técnico: Toninho Pesso
Chapecoense-SC
João Ricardo;
Eduardo, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Bruno Pacheco;
Amaral, Márcio Araújo (Augusto), Renato (Perotti) e Gustavo Campanharo;
Everaldo e Victor Andrade (Lourency)

Técnico: Claudinei Oliveira