COPA DO BRASIL: Com medo das zebras, São Paulo e Fluminense entram em campo

Eliminado pela Aparecidense-GO, Botafogo foi a primeira vítima entre os grandes e ligou o alerta das demais equipes

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 - A Copa do Brasil chega a 2ª fase nesta semana e os grandes já estão com o alerta ligado. Isso porque na etapa anterior o Botafogo caiu diante do Aparecidense e abriu as portas para as zebras, que quase apareceram em outros confrontos. Agora, a tensão fica para cima de São Paulo e Fluminense, que ainda não convenceram nesta temporada e podem se complicar. Caso percam nesta rodada, movimentam cifras altíssimas nas casas de apostas de futebol.

Na 1ª fase, o São Paulo eliminou o Madureira (Foto: Rubens Chiri / SPFC)
Na 1ª fase, o São Paulo eliminou o Madureira (Foto: Rubens Chiri / SPFC)
São Paulo com cobrança por títulos

Se de 2005 a 2008 só deu São Paulo, hoje a realidade é totalmente diferente. Nos últimos três anos o clube viu seus rivais dominarem o cenário nacional. Foram dois Brasileiros pelo Corinthians e um do Palmeiras, que ainda levantou a taça da Copa do Brasil no período.

Para piorar, o Tricolor amargou péssimas campanhas, inclusive com eliminações precoces em 2017. Isso gera uma pressão por títulos dentro do clube, que convive com uma dificuldade para montar uma equipe competitiva. A prova disso é que viu seus dois principais jogadores, o meia Hernanes e o atacante Lucas Pratto saírem do Morumbi.

As baixas afetaram consideravelmente o elenco, que passou três jogos sem ganhar em 2018. Depois disso ainda caiu para o Corinthians por 2 a 1 sem apresentar um futebol de qualidade. Atualmente até chega de três triunfos consecutivos, porém, ainda assim está longe de ser uma equipe confiável. Para piorar, vai encarar o CSA fora de casa e tem que vencer para avançar, o que garante R$ 1,41 para cada real, segundo números do Oddsshark.com.

Tamanha pressão, obrigação de ganhar e atuar como visitante pode pesar negativamente e abrir a brecha para uma zebra passear. O feito vale R$ 3,80 para R$ 1,00 e apesar dos alagoanos não estarem tão bem, só foram superados uma única vez no ano, pelo Ceará na Copa do Nordeste. Desta forma, devem jogar fechados em busca de um empate, que é bem possível e rende R$ 3,65.

Fluminense vive pressão maior
Se o clima no São Paulo não é bom, no Fluminense consegue ser ainda pior. O clube carioca sofre para montar um time devido ao caos financeiro e com isso vem tropeçando muito em campo. A dificuldade é tanta que a equipe chegou a ficar cinco jogos sem vencer neste ano e acabou caindo na fase de grupos da Taça Guanabara.

O clima ficou insustentável, principalmente porque o Tricolor quase caiu para o Caldense na rodada anterior. O adversário dominou toda a partida, mas não conseguiu balançar as redes e foi punido com um gol no final.

Desta forma, não seria absurdo ver o Salgueiro aprontar, o que vale inacreditáveis R$ 7,60 para cada real,de acordo com dados do Oddsshark.com. Os pernambucanos estão subindo de patamar e até conseguem rivalizar com os grandes do estado, porém, acabaram sendo goleados para Náutico e Sampaio Corrêa nas últimas apresentações. Isso tirou um pouco da confiança da equipe, mas ainda assim dá para se superar no Rio de Janeiro.

Já o Fluminense, que não entra em campo desde 3 de fevereiro, rende R$ 1,26 para R$ 1,00 por um triunfo. Por jogarem em casa, os cariocas até são favoritos, mas devido a instabilidade do elenco, a dupla-chance se torna uma opção com mais destaque, oferecendo 10% de lucro.

Sport e Vitória jogam em casa
Outros dois grandes nacionais entram em campo e com obrigação de vencer. Jogando em casa, o Sport encara o Ferroviário, que apesar do sucesso no Ceará, dificilmente conseguirá bater de frente. A prova disso é que o triunfo do clube pernambucano garante apenas R$ 1,17 para cada real.

O Vitória, por sua vez, tem pela frente um adversário ainda mais fácil e no Barradão não deve decepcionar. Com seis vitórias em oito jogos, os baianos pagam R$ 1,15 por um triunfo nesta quinta-feira.

Jogos desta semana da 2ª fase da Copa do Brasil 2018 e os números do Oddsshark.com.

Quarta-feira (14/02)

19h15 -Fluminense de Feira (R$ 1,86) x (R$ 1,75) Náutico. Empate: R$ 3,20

Quinta-feira (15/02)

19h15 – Fluminense (R$ 1,26) x (R$ 7,60) Salgueiro. Empate: R$ 4,20

19h15 – Sport Recife (R$ 1,17) x (R$ 6,80) Ferroviário. Empate: R$ 4,10

19h15 – Vitória (R$ 1,15) x (R$ 8,00) Corumbaense. Empate: R$ 4,60

21h30 – CSA (R$ 3,80) x (R$ 1,41) São Paulo. Empate: R$ 3,65

21h30 - Novo Hamburgo (R$ 1,83) x (R$ 1,92) CRB. Empate: R$ 2,60

 
 
" />