Brasiliense 2 x 0 Guarani - Jacaré sai na frente na estreia de Barbieri

Na volta, o Jacaré pode perder até por um gol de diferença

por Agência Futebol Interior

Taguatinga, DF, 7 (AFI) – Na estreia do técnico Luis Carlos Barbieri, o Brasiliense também começou com o pé direito na Copa do Brasil. Atuando com o apoio de sua torcida, na Boca do Jacaré, o time candango venceu o Guarani, por 2 a 0, nesta quarta-feira à noite. Agora pode perder até por um gol de diferença no jogo de volta será realizado na próxima quarta-feira, às 20h30, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

O resultado foi justo, porque desde o início o time da casa tomou as iniciativas ofensivas, aproveitando que o time paulista entrou em campo com 11 reservas. Por opção equivocada, o técnico Vadão preservou seus titulares para o Campeonato Paulista. Agora promete colcor todos os titulares diante do Corinthians, no domingo.

Jacaré na pressão
Se aos 15 minutos, Hugo deu de bico e obrigou o goleiro Juliano a praticar grande defesa, aos 26 minutos Bachin não perdoou. Ele recebeu passe de Ederson, ficou livre e teve tempo de bater no alto na saída do goleiro. Um belo gol.

O Guarani ainda ameaçou um pouco na base da velocidade com Max Pardalzinho, que deu trabalho à defesa candanga. Em dois cruzamentos deles, do outro lado, Medina quase aproveitou.

Muitos problemas
Do lado do Brasiliense, muitos problemas. Daniel Amorim que tinha entrado, no primeiro tempo, no lugar de Bachin, com lesão muscular na perna, também sentiu uma lesão muscular. Mas Daniel ficou em campo, porque aos 18 minutos do segundo tempo, o lateral Piai também se machucou e deu lugar para rodrigo Cardoso. O meia Ederson, que teve grande atuação no primeiro tempo, também teve que sair no começo do segundo tempo, sentindo lesão.

"Terminamos o jogo quase 10 jogadores, porque o Daniel nao consguia nem andar em campo", lembrou Barbieri, que ressaltou a "superação de todos". O marcador Tezelli também estava machucado.

Quem não faz, toma!
No segundo tempo, o Guarani voltou mais adiantado. Até criou três boas chances para empatar, mas não conseguiu. Aos 11 minutos, o goleiro Welder fez uma defesa à queima roupa de André Leone.

Como castigo, o time paulista levou o segundo gol aos 31 minutos. Após escanteio cobrado por Ferrugem para Rodrigo Cardoso, o cruzamento pelo alto em direção à pequena área achou a cabeça do zagueiro Luan. Tudo estava definido.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
1ª rodada
Data
07/03/2012
Horário
20h30
Local
Estádio Serejão, em - Taguatinga (DF)
Árbitro
Cleisson Veloso Pereira (MG)

Renda
R$ 6.847,00
Assistentes
Márcio Eustáquio Santiago (Fifa/MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

Público
2.583 pagantes
Brasiliense-DF
Welder;
Jonathan Silva, Luan, Teco e Tiago Piai (Rodrigo Cardoso);
Tezelli, Ferrugem, Ederson (Valdo) e Adrianinho;
Hugo e Bachin (Daniel Amorim)
Técnico: Barbieri
Guarani-SP
Juliano;
Rodrigo Arroz, André Leone e Ewerton Páscoa;
Medina, Eduardo (Emílio), Willian Favoni, Bruno Neves e Lusmar (Cauê);
Max Pardalzinho (Tiaguinho) e Bruno Mendes.
Técnico: Vadão
 
 
" />