Santos 8 x 1 Guarani - Mais um espetáculo dos Meninos da Vila

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 14 (AFI) - A festa pelos 98 anos do Santos, completado nesta quarta-feira, não poderia ter sido melhor. Em mais um espetáculo de Neymar, Robinho e cia., o Peixe massacrou o Guarani e goleou por 8 a 1, na Vila Belmiro, em jogo válido pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Neymar (cincoo vezes), Robinho (duas vezes) e Marcel fizeram os gols da goleada alvinegra. Moreno diminuiu para o Bugre em cobrança de falta.

No jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Campinas, o Guarani precisa vencer por "apenas" sete gols de diferença para se classificar. Com a vaga nas mãos, o Santos só aguarda para conhecer seu adversário nas quartas-de-final, que sairá do confronto entre Atlético-MG e Sport.

O jogo não deixou dúvidas que o Guarani terá que reformular completamente o elenco para a disputa do Campeonato Brasileiro se não quiser passar por outros vexames como o desta quarta-feira. Além disso, ficou claro que a diretoria errou ao dispensar Vadão às vésperas da partida contra o melhor time do Brasil, embora o time que levou esta "piaba" do Peixe foi todo formado por Vadão e seu auxiliar Gersinho.Show começou cedo
Em ritmo de festa pela comemoração dos 98 anos do clube, o Santos não demorou para fazer a alegria da torcida e saiu na frente

logo aos dois minutos. Robinho enfiou para Arouca dentro da área, o atacante dividiu com Cléber Goiano e o árbitro marcou pênalti. Neymar foi para a cobrança, e com direito a paradinha, abriu o placar para o Peixe.

Dois minutos depois o Santos quase ampliou novamente com Neymar. O atacante recebeu passe de Marquinhos mas finalizou fraco e Juliano defendeu. A marcação do Guarani era deficiente e dava espaços ao Peixe, que tocava bem a bola com tranquilidade e chegava com facilidade à meta bugrina.

Massacre na Vilaminutos não teve jeito e o Peixe chegou ao segundo gol. Após troca de passes do ataque, a bola sobrou para Neymar bater cruzado
Apesar de jogar a vontade, o Santos abusava do preciosismo no ataque, perdendo várias chances de ampliar o placar. Mas aos 29 .

A defesa bugrina era uma verdadeira peneira e o terceiro gol saiu dois minutos mais tarde e foi muito parecido ao segundo gol. Robinho recebeu livre pela esquerda e bateu cruzado no canto, fazendo mais um e dando início à goleada. O Guarani tentava reagir, mas a disparidade técnica era gritante.

Estava muito fácil e ainda no primeiro tempo o clube praiano fez o quarto, aos 38 minutos. Arouca cruzou rasteiro da direita e Neymar só desviou para o fundo das redes. Mesmo goleando, o Santos não diminuiu o ritmo e seguiu pressionando o Bugre, que mal chegava ao gol santista. A situação ficou ainda para o Guarani pior aos 45 minutos, quando Cléber Goiano deu uma entrada dura em Neymar e foi expulso.

Vareio continuaenganou. O Peixe voltou com tudo e quase fez mais um logo aos quatro minutos, numa bomba de Madson de fora da área que
Quem pensou que o Santos iria tirar o pé no segundo tempo pela grande vantagem conseguida nos primeiros 45 minutos, se Juliano espalmou.

Aos dez minutos Neymar perdeu o equilíbrio, caiu na área e o fraquíssimo árbitro de Alagoas foi na dele e marcou o pênalti. Marcel bateu no canto esquerdo e fez o quinto, mas por pouco Juliano não pegou. Pouco depois o goleiro bugrino salvou a equipe de sofrer mais um ao defender conclusão de Neymar.

O time do Guarani seguia mostrando muitas limitações e sofreu o sexto gol aos 13 minutos, numa cabeça de Robinho que encobriu o goleiro Juliano. Abatido, o time campineiro não conseguia chegar ao gol de Felipe, um mero espectador no jogo. Mas na primeira finalização, o Guarani descontou o placar. Moreno soltou uma bomba em cobrança de falta e acertou o ângulo.

Mas ainda teve tempo para mais dois gols santistas. Aos 36 minutos Neymar recebeu cruzamento da esquerda, dominou e com um leve toque tirou do goleiro. Três minutos depois, Neymar recebeu passe de Robinho e tocou na saída do goleiro, fechando o massacre santista em mais um espetáculo dos Meninos da Vila.

FICHA TÉCNICA

Santos 8 x 1 Guarani

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos-SP
Público: 8.131 pagantes.
Renda: R$ 205.435,00.
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento-AL
Cartões amarelos: Cléber Goiano, Valdir, Maycon (Guarani); Léo, Neymar (Santos)
Cartão vermelho: Cléber Goiano (Guarani)
Gols: Neymar, aos 2'/1T, 29'/1T, 38'/1T, 36'/2T e 39'/2T, Robinho, aos 31'/1T e 13'/2T, Marcel, aos 10'/2T (Santos); Moreno, aos 28'/2T (Guarani)

Santos
Neymar.
Técnico: Dorival Júnior.Felipe; Wesley, Edu Dracena (Pará), Durval e Léo (Madson); Arouca, Marquinhos e Paulo Henrique; Robinho, André (Marcel) e

GuaraniAlmeida; Anderson Costa (Da Silva).
Técnico: Waguinho Dias (interino)
Juliano; Valdir, Dão e Cássio; Alex Cruz (Alex Mineiro), Cléber Goiano, Maycon, Walter Minhoca (Moreno), Fabinho e Fabinho

 
 
" />