Atlético-GO x Bahia - Promessa de jogão em Goiânia

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 16 (AFI) – O Atlético-GO entra em campo nesta quarta-feira, às 21h50, contra o Bahia, no Estádio Antonio Accioly, em Goiânia, pela segunda rodada da Copa do Brasil tentando repetir pelo terceiro ano consecutivo às campanhas de 2007 e 2008 e chegar as oitavas de final.

Leia mais:
Paraná x Sport-PE - Leão quer aproveitar crise do rival

Para chegar à segunda fase, o Atlético-GO passou pelo ASSU-RN, por 3 a 0, eliminando o jogo de volta. Já o Bahia, também eliminou o jogo de volta ao vencer o Vitoria-ES, por 2 a 0.

Caso seja necessária, a segunda partida será realizada no dia 31 de março, em Salvador. O vencedor deste confronto pega ou Botafogo ou Santa Cruz, pelas oitavas de final do torneio.

Uma mudança
Geninho, treinador do Atlético-GO, deve promover apenas uma alteração em relação ao time que enfrentou o Morrinhos, no último final de semana, pelo Campeonato Goiano. O atacante Juninho, que ficou de fora da partida, retorna ao Dragão.

“A semana foi bastante proveitosa, trabalhei bem a parte física. Acho que estou inteiro para esse jogo”, afirmou Juninho, autor de quatros gols na Copa do Brasil.

Renato com desfalques
De última hora, Renato Gaucho, treinador do Tricolor ganhou um problema médico. O meia Rogerinho, após o treino na manhã desta terça-feira, sentiu dores no joelho esquerdo e fica de fora do jogo. O captinha Edilson também será poupado e nem viajou.

Já o lateral-esquerdo Diego passou por uma intervenção dentária e também desfalca a equipe. Ávine, que desfalcou a equipe no último sábado contra o Feirense, tem seu retorno garantido pelo treinador do Bahia.

Ficha técnica

Atlético-GO x Bahia-BA

Local: Estádio Antonio Accioly, em Goiania
Data: 17/03/2010
Horário: 21h50
Árbitro: Antonio Denival de Moraes/PR

Atlético-GO
Márcio; Márcio Gabriel, Gilson, Jairo e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Robston e Elias; Marcão e Rodrigo Tiuí
Técnico: Geninho

Bahia
Fernando; Apodi, Nen, Vagner e Ávine; Leandro, Marcone, Bruno Silva, Abedi e Ananias; Rodrigo Grahl.
Técnico: Renato Gaúcho