COPA VERDE: Após vencer Goiás no tempo normal , Cuiabá leva vaga na final com pênaltis

Adversário do time do Mato Grosso vai ser o Paysandu, que eliminou o rival Remo na outra semifinal

por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 23 (AFI) - O Cuiabá-MT eliminou o Goiás-GO nas penalidades pelas semifinais da Copa Verde, após vencer por 2 a 1 no tempo regulamentar. No jogo de ida houve a vitória do Goiás, por 1 a 0, igualando o placar agregado. Por isso, a definição do finalista acabou saindo nos pênaltis.

Com a vitória, o Dourado vai decidir o título, também em dois jogos, ida e volta, com o Paysandu-PA, que já havia eliminado o Remo-PA. Nos pênaltis, o Goiás bateu uma na trave com Alan Ruschel e o goleiro cuiabanista Mateus Nogueira defendeu a cobrança de Michael: Cuiabá 2 (4) a 1 (3).

O JOGO

Mesmo com a vantagem de se garantir com um empate, visto ter ganho a partida de ida por 1 a 0, o Goiás é que tomou as rédeas do jogo, com uma blitz para cima do time da casa. Michel, por exemplo experimentou de cara o goleiro Mateus Nogueira com um chute forte cruzado, aos
quatro minutos.

E o Esmeraldino continuou à frente, enquanto que o Cuiabá se defendia. Aos sete, Rafael Moura ganhou uma dividida, entrou na área e colocou na saída do goleiro, abrindo o marcador.

Cuiabá festejou vaga após os pênaltis
Cuiabá festejou vaga após os pênaltis

RECUOU DEMAIS
Mas o Goiás cometeu o erro de dar espaço e recuar. O Cuiabá se recuperou do susto e se lançou de forma mais organizada. Aos dez minutos, Felipe Marques entrou na área, avançou levando um marcador, mas chutou mal.

Aos 14 minutos, o mesmo Felipe recebeu um passe do Alê, entrou, se livrou de um zagueiro e chutou prensado. Na sobra, Jean Patrick chutou forte, empatando a partida: 1 a 1.

Um minuto depois, após a reposição da bola, Mateus Anderson se machucou e entrou Agostin Gutierrez no Cuiabá. O time da casa se empolgou e passou a dominar a partida. Com alguns ataques dos dois lados, sem boas conclusões, o jogo foi para o intervalo.

Matheus defendeu pênalti cobrado por Michael
Matheus defendeu pênalti cobrado por Michael

SEGUNDO TEMPO MORNO
Na volta, o Cuiabá veio com maior ímpeto e o visitante passou a tocar a bola com mais lentidão. Aos oito, o goleiro Tadeu se esticou para evitar mais um do Dourado. No escanteio, com mais vontade, o Cuiabá pegou o rebote, mas Alê chutou para fora.

O Cuiabá continuou subindo e o Goiás parecia querer administrar, confiante que faria o gol a
qualquer momento. Só que o Dourado parecia querer o resultado que pudesse levar, pelo menos para as penalidades.

A VIRADA
Aos 17 Jefinho chutou rasteiro, forte, mas Tadeu pegou. Em nova subida dourada, Tadeu já se
transformava o melhor jogador da partida. Enquanto o Esmeraldino tocava a bola com preguiça, a pressão do Cuiabá aumentava.

De tanto pressionar e com o ‘sono’ do Esmeraldino, o Cuiabá virou com Jefinho, aos 20 minutos. Cinco minutos depois, o Cuiabá reclamou pênalti em Jefinho, anulado pelo árbitro brasiliense.


TENTOU A REAÇÃO
Assustado com os avanços do Dourado, o técnico esmeraldino Ney Franco trocou Marcelo
Hermes por Caio e Figueira por Trindade, colocando o time todo à frente, enquanto o Cuiabá recuou, parecendo satisfeito com a possibilidade de penalidades, e passou a apostar na correria e velocidade de Alex Ruan, que substituiu Felipe Marques, e Jefinho.

Mas a partida foi para as penalidades e o Cuiabá despachou os visitantes e vai encarar o Paysandu, que busca o tricampeonato. O Cuiabá tem um título, conquistado em 2015.