Após falta de ambulância, CBF 'descancela" e remarca jogo da Copa Verde

Após falta de ambulância nas condições necessárias, o duelo entre Sparta e Real Ariquemes foi remarcado

por Reinaldo Cisterna - Palmas

Araguaína, TO, 08 (AFI) - A partida entre Sparta e Real Ariquemes, válida pela primeira fase da Copa Verde, no Estádio Mirandão, em Araguaína, que acabou não acontecendo na noite da última quarta-feira, em razão da falta de ambulância foi remarcada para esta quinta-feira, às 14 horas (do Tocantins), no mesmo local, com portões franqueados para o público.

Segundo o quarto árbitro da partida, Alisson Furtado, atendendo orientação do Departamento Técnico da CBF, a partida foi remarcada para esta quinta-feira, seguindo o Regulamento Geral de Competições da entidade, em seus artigos 19, 20 e 21.

Ele explica que o árbitro da partida Thiago de Alencar Gonzaga (MS) aguardou o tempo regulamentar, apesar de ter chegado uma ambulância 32 minutos de atraso, porém, como o veículo não possuía o equipamento desfibrilador, ele deu por encerrada a partida mesmo sem ter dado o pontapé inicial.

(Foto: Horlan Tavares)
(Foto: Horlan Tavares)

Outro detalhe importante é que a diretoria do Sparta apresentou ao quadro de arbitragem do jogo toda documentação solicitada solicitando dos órgãos competentes da saúde de Araguaína (Estado e Munícipio).

Tendo base em cima destes dados, o árbitro, após ouvir orientação da CBF, remarcou o espetáculo para hoje. “Fico envergonhado de saber que a cidade de Araguaína tem quase 200 mil habitantes e não ter uma ambulância. É vergonhoso para o futebol do Tocantins”, disse indignado o volante Adenísio.

Importante destacar que o WO chegou a ser decidido, mas a CBF voltou atrás após ouvir o posicionamento do time da casa e remarcou a partida.