Julgamento que define campeão da Copa Verde é mais uma vez adiado

A análise do caso acabou sendo retirado de pauta, pois o Paysandu alegou que um de seus advogados não poderia comparecer ao julgamento

por Sérgio Porto

Rio de Janeiro, RJ, 13 - Ainda não foi desta vez que o campeão da Copa Verde 2014 foi proclamado. O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, tinha em sua pauta desta quinta-feira o julgamento da ação impetrada pelo Paysandu do Pará, que perdeu dentro de campo para o Brasília, mas não se conformou com a derrota.

O time paraense acabou acionando a Justiça Desportiva, alegando que o Brasília teria escalado quatro jogadores de forma irregular nas decisões que deram ao time do Distrito Federal o título da primeira edição da Copa Verde. Após o Paysandu vencer em casa por 2 a 1, no jogo da volta o Brasília devolveu o placar. Nas penalidades máximas, o Colorado do DF saiu vencedor.
Brasília foi campeão dentro de campo, mas Paysandu quer a taça no STJD
Brasília foi campeão dentro de campo, mas Paysandu quer a taça no STJD

A análise do caso que estava previsto para a sessão do Pleno acabou sendo retirado de pauta, pois o próprio Paysandu alegou que um de seus advogados não poderia comparecer ao julgamento.

Agora, sem data para nova pauta no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, continua indefinido o campeão da Copa Verde 2014. A equipe que for considerada vencedora irá disputar a Copa Sul Americana de 2015, além de receber uma premiação na primeira fase, de 150 mil dólares. O presidente do Brasília, Luiz Carlos Alcoforado, não gostou do adiamento.

“Fica difícil nos programarmos para as competições do ano que vem com esta indefinição. Para o Candangão, devemos apostar nas nossas divisões de base”, afirmou.

Além de adiar mais uma vez o julgamento, o STJD ainda não definiu uma nova data para definir se Paysandu ou Brasília ficará com o título de primeiro campeão da Copa Verde 2014.

 
 
" />