Copa SP: Zezinho Magalhães fica marcado negativamente para dupla de Campinas; entenda

Estádio de Jaú foi palco das eliminações de Ponte Preta e Guarani no torneio de base

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 15 (AFI) - O Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú, foi palco de decepções para o futebol campineiro na Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2020.

Por lá, nem Guarani, nem Ponte Preta conseguiram vencer e voltaram para casa com péssimas lembranças na memória.

GUARANI

O Bugre ficou hospedado na cidade desde o primeiro dia do ano, mas não passou nem da primeira fase.

Integrante do Grupo 05, o time dirigido por Sérgio Baresi foi eliminado precocemente, como lanterna e sem vencer: dois pontos, com dois empates (Vitória e Serra-ES) e uma derrota (XV de Jaú).

Clubes de Campinas não venceram nenhum jogo em Jaú
Clubes de Campinas não venceram nenhum jogo em Jaú
PONTE PRETA

A Macaca, por sua vez, desembarcou em Jaú com moral após ter eliminado o favorito Santos, em Osvaldo Cruz, nas penalidades.

Entretanto, também não teve sucesso. Já na terceira fase, a Alvinegra foi superada pelo Londrina, pelo placar de 1 a 0, e deu adeus à competição.

De modo geral, contabilizadas as quatro partidas, a dupla campineiro somou dois empates, duas derrotas, dois gols marcados, quatro gols sofridos e 16,6% de aproveitamento.

E AGORA?

A garotada dos dois times já foi liberada para descanso de 30 dias. A apresentação deve acontecer na metade de férias, quando os clubes iniciam a preparação para o Campeonato Paulista Sub 20.