Copa SP: Capivari está confirmada como cidade-sede

Fundada em 1832, a cidade viu surgir em 1918 um dos times mais antigos do estado de São Paulo

por Federação Paulista (FPF)

Capivari, SP, 05 - Capivari está confirmada como cidade-sede da 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. Distante cerca de 130 quilômetros da capital paulista, a cidade de quase 60 mil habitantes sediará o torneio pela quinta vez consecutiva. Tendo como principal bandeira futebolística o Capivariano Futebol Clube, os capivarianos já viram grandes nomes do futebol brasileiro passar pelo clube antes ou depois de fazer sucesso.

HISTÓRIA DE CONQUISTAS

Capivari é confirmada como sede da Copinha
Capivari é confirmada como sede da Copinha

Fundada em 1832, a cidade viu surgir em 1918 um dos times mais antigos do estado de São Paulo.

Com muita força nos campeonatos amadores nessas primeiras décadas do século passado, o Capivariano ganhou o apelido de Leão da Sorocabana.

Neste período, até a década de 1950, o clube conquistou mais de 30 títulos.

Ingressa no futebol profissional em 1958, na terceira divisão, mas logo se licencia, em 1963, após quatro temporadas na quarta divisão. Retorna às atividades em 1976 e, até os dias atuais, se ausentou apenas na temporada de 1992. Em mais de 40 anos, oscilou entre a quinta divisão e a elite estadual, onde chegou pela primeira vez em 2015. Porém, foi rebaixado em 2016. Na história ostenta os títulos da Série A3 de 1984 e Série A2 de 2014.

NOMES DE PESO

Alguns nomes de grande importância para o futebol brasileiro têm história com a cidade e o clube. O primeiro de maior destaque foi o goleiro Zetti, que jogou nas categorias de base do Capivariano antes de passar pelo Palmeiras e mais tarde fazer história no São Paulo e na Seleção Brasileira, já que estava no elenco tetracampeão do Mundo em 1994.

Quem também chegou à Copa do Mundo foi Dante, em 2014, no Brasil. O zagueiro passou pela base do Capivariano em 2000, antes de ir para o Juventude onde se destacaria partindo para a Europa fazer carreira.

EMABAIXADOR CARISMÁTICO

Natural de Capivari, o volante Amaral -que fez história no Palmeiras e defendeu a Seleção Brasileira nas Olimpíadas de Atlanta em 1996- defendeu o clube de sua cidade apenas no fim de sua carreira. Carismático, Alexandre da Silva Mariano tornou-se uma espécie de embaixador da equipe em seu debute na elite estadual, em 2015.

REFORMA

Para a estreia na principal divisão do estado, o clube reformou o seu estádio, transformando-o em uma moderna arena multiuso. Desta maneira, o estádio Municipal Carlos Colnaghi passou a ser conhecido como Arena Capivari, com capacidade para 19 mil torcedores.

COPINHA

A Copa São Paulo de Futebol Júnior é disputada em janeiro e a decisão acontece no dia 25, em comemoração ao aniversário da cidade de São Paulo. Com 128 equipes divididas em 32 grupos, tabelas e chaves da competição serão divulgados no mês de novembro.