São Paulo (3) 2 x 2 (1) Vasco - Na emoção, Tricolor é tetracampeão da Copinha

Thiago Couto brilhou nas cobranças de pênalti e Gabriel Novaes sai como artilheiro da competição

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 25 (AFI) - O São Paulo é campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior pela quarta vez na sua história. Nas cobranças de pênalti, o time de Orlando Ribeiro bateu o Vasco por 3 a 1, depois de um empate emocionante durante o tempo normal por 2 a 2, e levantou a principal taça da categoria Sub-20. Gabriel Novaes, artilheiro da competição com 10 gols, marcou o primeiro. Antony completou, mas Lucas Santos diminui de falta e Tiago Reis empatou no finalzinho.

A conquista também foi uma forma de revanche para cima do Vasco. Em 1992 os dois times também se enfrentaram na final da Copinha, mas na época o clube carioca levou a melhor nas cobranças de pênalti, conquistando seu primeiro e único troféu da competição. 27 anos depois foi a vez do rival paulista levar a quarta taça na sua história.

JOGO FORTE

O São Paulo manteve o estilo de jogo que deu certo durante toda a competição. Com até seis jogadores no campo ofensivo, os comandados de Orlando Ribeiro pressionavam a saída de bola do Vasco, que não conseguia encontrar alternativas. Aos poucos, o clube paulista passou a controlar a partida, dominando a posse de bola. Fabinho, pela esquerda, era o jogador mais acionado nas costas da marcação, mas faltava acertar o ‘último passe’.

O São Paulo abriu 2 a 0, mas cedeu o empate ao Vasco e ganhou nos pênaltis
O São Paulo abriu 2 a 0, mas cedeu o empate ao Vasco e ganhou nos pênaltis

Em um lance de muita habilidade, Gabriel Novaes recebeu de Paulinho pela direita e avançou em velocidade. O camisa nove puxou pra lá, pra cá, entornou a marcação, passou por dois zagueiros e, frente a frente com o goleiro, mandou por cima do gol. O controle paulista no Pacaembu passava pelos pés do volante Diego, que iniciou quase todas as jogadas ofensivas, e Fabinho, que era uma válvula de escape de velocidade pelas pontas.

Só que se estava difícil de furar a marcação do Vasco, o São Paulo apostou em uma velha tática para abrir o placar na final da Copinha, aos 38 minutos. Pela direita, Antony recebeu, cortou a marcação e cruzou na medida para Gabriel Novaes, de cabeça, mandar para o fundo das redes. O camisa nove disparou na artilharia da competição, com dez gols marcados em oito jogos – seis deles com assistência de Antony, mostrando que a dobradinha tem dado certo.

CRESCEU O JOGO

Com o segundo tempo veio também a chuva no Pacaembu. A cidade de São Paulo, no seu aniversário de 465 anos, recebeu muita água como presente de São Pedro. À torcida do São Paulo, quem mandou o presentão foi o camisa sete, Antony. O atacante recebeu em velocidade pela direita, ganhou na velocidade de Gabriel Norões, cortou a marcação e bateu forte contra o goleiro, que até tentou, mas não conseguiu afastar o segundo gol.

O artilheiro Gabriel Novaes abriu o placar para o São Paulo de cabeça
O artilheiro Gabriel Novaes abriu o placar para o São Paulo de cabeça

A vantagem do São Paulo obrigou o Vasco a se soltar mais no jogo. E o time carioca teve mais de uma oportunidade de incendiar a partida. Logo com oito minutos, Linnick recebeu cara a cara com o goleiro, mas bateu fraco. Depois, com 11, foi a vez de Caio Lopes na linha da pequena área errar o tempo da bola. Por fim, aos 14, Thiago Reis saiu da marcação e arriscou um chute forte, mas por cima da meta.

HAJA CORAÇÃO

Mas o ânimo que o Vasco precisava para subir a pressão no Pacaembu veio aos 30 minutos, em um lance incrível. Em cobrança de falta na entrada da grande área, Lucas Santos mandou com muita categoria de perna direita no ângulo do goleiro Thiago Couto para diminuir a vantagem do São Paulo. No finalzinho, com 38, Tiago Reis recebeu um cruzamento livre, no meio da marcação, dominou e bateu no canto para empatar e levar a partida para os pênaltis.

Nas cobranças de pênaltis brilhou mais uma vez a estrela do goleiro Thiago Couto, que já tinha sido fundamental contra Cruzeiro nas quartas de final. O arqueiro pegou duas cobranças, de Tiago Reis e Riquelme, e garantiu o quarto titulo do São Paulo na Copinha, vencendo por 3 a 1.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
25/01/2019
Horário
15h30
Local
Pacaembu - São Paulo (SP)
Árbitro
Douglas Marques das Flores

Renda
R$ 874.000,00
Assistentes
Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Fabrini Bevilaqua Costa

Público
37.315 pessoas
Cartões Amarelos
São Paulo-SP: Wellington, Diego
Vasco da Gama-RJ: Ulisses, Coutinho

Gols
São Paulo-SP: Gabriel Novaes 38' 1T, Antony 7' 2T
Vasco da Gama-RJ: Lucas Santos 30' 2T, Tiago Reis 38' 2T
São Paulo-SP
Thiago Couto;
Caio Felipe, Tuta, Morato e Wellington (Fasson);
Diego, Rodrigo Nestor (Vitinho), Fabinho (Everson), Paulinho (Marcos Júnior) e Antony (Sena);
Gabriel Novaes (Ed Carlos).
Técnico: Orlando Ribeiro
Vasco da Gama-RJ
Alexander;
Cayo Tenório, Ulisses, Gabriel Norões e Coutinho (Riquelme);
Bruno Gomes (Laranjeira), Linnick (Alexandre Mello) e Caio Lopes;
João Pedro (Talles), Lucas Santos e Tiago Reis.
Técnico: Marcos Valadares