​Copa SP: Com gol nos acréscimos, Rio Preto e Penapolense ficam no empate

Lucas Thomaz, aos 41 do segundo tempo fez para o CAP, enquanto Maurício, aos 48 minutos deixou tudo igual

por Oscar Silva

Penápolis, SP, 04 (AFI) - Com um gol nos acréscimos, o Rio Preto conseguiu um empate por 1 a 1, contra a Penapolense, nesta quinta-feira, jogando em Penápolis, uma das sedes da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no estádio Tenente Carriço, o Tenentão, que recebeu um bom público.

Lucas Thomaz, aos 41 do segundo tempo fez para o CAP, enquanto Maurício, aos 48 minutos deixou tudo igual. No outro jogo pelo Grupo 2, o São José-RS bateu a Chapecoense, 2 a 1. Com isso, o representante do Rio Grande do Sul, é o líder com três pontos. Na sequência aparecem Rio Preto e Penapolense, com um e sem pontuar a Chape.

No próximo domingo, acontece a segunda rodada. Às 14h45, o anfitrião encara o São José, enquanto às 17 horas, o Jacarezinho pega a Chapecoense.

(Foto: Jornal Díario de Penápolis)
(Foto: Jornal Díario de Penápolis)

O JOGO
Debaixo de uma forte temperatura, mesmo assim Penapolense e Rio Preto, fizeram um jogo bastante equilibrado. O primeiro tempo tempo terminou em branco, no entanto as duas equipes criaram boas situações de gol. Já na etapa complementar, o time da casa só não fez graças a grande defes do arqueiro Mathênio.

O time rio-pretense deu o recado e acertou a trave do goleiro capeano. Finalmente, aos 41 minutos, en falha gritante da zaga rio-pretense a Pantera da Noroeste, achou o caminho do gol com Lucas Thomaz. Quando tudo indicava a vitória capeana aconteceu o tento de empate através de Maurício cobrando falta. Final, 1 a 1.

ESCALAÇÃO
A Penapolense do técnico Gefferson Goulart foi a campo com a seguinte formação: Cainan; Lucas Jordão, Iago, Heitor e João Felipe; Samuel (Marcos Vinícius), Matheus (Lamarques), João Pedro (Luis Gustavo) e Sérgio (Nathan); Maykson (João Henrique) e Lucas Thomas.

Já o Rio Preto, comandado pelo técnico Túlio Bilaque, teve: Mathênio; Marcos (Henrique), Guilherme, Willian e Jhonatan; Welison, Igor e Luca (Mauricio); Paulo Victor, Otávio (Thiaguinho) e Victor Matheus (Bruno). Técnico: Túlio Bilaque. Com boa arbitragem, apitou Alceu Lopes Júnior, que foi auxiliado por Diego Antonio Pagianotto e Rafael Pantaleão de Oliveira.

 
 
" />