Regionalizada, Copa Paulista vai ser disputada paralelamente à Série A3

Copinha vai ter convites, será regionalizada e deve fechar a 'nova temporada' no dia 20 de fevereiro

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 28 (AFI) – A Copa Paulista e o Paulista Sub-20 vão ser disputados a partir de setembro e de forma regionalizada - para gerar menos gastos. Outra novidade é que a ‘nova temporada’ da Federação Paulista de Futebol (FPF) vai terminar no dia 20 de fevereiro de 2021.

Para que possa ser encaixada nas datas disponíveis, a Copinha, como é conhecida, vai ser disputada a partir de setembro paralelamente à disputa do Campeonato Paulista da Série A3. Reunião nesta terça-feira definiu a data de reinício como 20 de setembro, com término em meados de novembro.

São Caetano foi campeão da Copa Paulista em 2019
São Caetano foi campeão da Copa Paulista em 2019

RODADAS INTERCALADAS
Os seus jogos vão ocorrer nos fins de semana, abrindo o meio de semana para os jogos da Copinha. A Copa Paulista é uma competição importante para os clubes do Interior e que dá aos finalistas uma vaga no Brasileiro da Série D ou na Copa do Brasil.

São motivos mais do que suficientes para a sua manutenção dentro do calendário da FPF. O campeão de 2019 foi o São Caetano, que vai disputar a Série D do Brasileiro, enquanto o vice-campeão foi o XV de Piracicaba, que foi eliminado na segunda fase da Copa do Brasil.

DETALHES
Há pouco mais de dez dias, a FPF soltou as diretrizes da Copa Paulista, que poderá ter 32 clubes participantes, sendo 12 da Série A1 (as mais bem colocadas), 11 da Série A2 e nove da Série A3. Em caso de desistência, o próximo da devida classificação assume a respectiva vaga.

A principal diferença em relação às últimas temporadas é que os times rebaixados à Segundona Paulista poderão participar da Copa Paulista, caso as equipes mais bem classificadas optem por não disputar a competição.

Até para evitar ainda mais gastos, a tendência é que a FPF force uma regionalização, tanto na Copa Paulista, quanto no Paulista Sub-20, até para evitar grandes deslocamentos em meio ao cenário de incertezas causado pela pandemia de covid-19.