Copa Paulista: Mandatários de Red Bull e Ituano elogiam limite de inscrições

Para o torneio deste ano, há o limite de atletas desta segunda lista em campo ao mesmo tempo, assim como ocorre no Paulistão

por Federação Paulista (FPF)

Campinas, SP, 02 (AFI) - Um dos temas discutidos no congresso em Campinas que marcou a abertura da Copa Paulista 2018, que se inicia nesta sexta-feira, foram os efeitos da limitação de atletas inscritos por time e a formulação da ‘Lista B’, direcionada a jogadores da base. Para o torneio deste ano, há o limite de atletas desta segunda lista em campo ao mesmo tempo, assim como ocorre no Campeonato Paulista Primeira Divisão.

De acordo com o regulamento da competição e seguindo o que já acontece nos campeonatos do primeiro semestre, cada clube pode inscrever até 26 atletas, além de uma ‘Lista B’ com número ilimitado de jogadores comprovadamente revelados em suas categorias de base. Destas revelações, apenas cinco podem estar em campo ao mesmo tempo.

PONTO DE VISTA DO RED BULL
Favorável às tais medidas regulatórias, Thiago Scuro, presidente do Red Bull Brasil, comparou o movimento da FPF ao que acontece na Europa.

Juninho Paulista e Thiago Scuro participaram do primeiro painel no evento de lançamento da Copa Paulista (Foto: Lucas Badan)
Juninho Paulista e Thiago Scuro participaram do primeiro painel no evento de lançamento da Copa Paulista (Foto: Lucas Badan)

“A Lista B é uma forma de obrigar que o sistema se comporte de uma determinada maneira. Essas determinações fizeram com que o futebol europeu chegasse ao patamar que chegou e não por que eles são mais inteligentes que nós”, disse Thiago.

Para ele, limitações deste tipo evitam ações precipitadas dos dirigentes, além de estimular os treinadores a observar melhor a categoria de base. “Faz com que você tenha mais critério com a contratação de jogadores, cuide melhor da saúde destes atletas, já que se tem um elenco mais curto e ainda obriga o treinador a olhar para a base, coisa que as vezes não fazem por questões de resultados”, completou o mandatário da equipe de Campinas.

ITUANO ESTÁ DE ACORDO
Pentacampeão Mundial com a Seleção Brasileira em 2002 e hoje gestor de futebol do Itunao, Juninho Paulista corroboro da opinião de Scuro. Para o ex-meio-campista a medida ajuda na organização das equipes e gestão de grupo.

“No Ituano sempre procuramos trabalhar com elenco mais enxuto, pois acreditamos que se encontra equilíbrio desta maneira com mais facilidade. Mais fácil administrar 25 do que 42 atletas”, opinou Juninho.

Com história em times como São Paulo e Palmeiras, além do próprio Ituano, Juninho criticou as contratações que ocorrem sempre que os resultados não aparecem, algo evitado pelas limitações de inscrição. “Quando as coisas não vão bem, vão lá e contratam mais e mais... Isso não é futebol, é desorganização”, concluiu.

COMEÇA NESSA SEXTA...
Em sua 19ª edição, a Copa Paulista tem seu primeiro jogo nesta sexta-feira, 3, quando Audax e Taboão da Serra se enfrentam às 19h, em Osasco. Ao campeão, será dado o direito de escolha por participar na Copa do Brasil ou Campeonato Brasileiro da Série D. O vice fica com a vaga restante.

 
 
" />