Ferroviária 0 x 1 Portuguesa - Mesmo derrotada, Ferrinha está na final da Copa Paulista

Comandados de PC de Oliveira não repetem boas atuações recentes, mas avançam devido a vitória por 2 a 0 na partida de ida

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 11 (AFI) - Sem a mesma efetividade de outras partidas, a Ferroviária alcançou sua segunda final de Copa Paulista consecutiva na noite deste sábado, mesmo perdendo para a Portuguesa, por 1 a 0, na Arena da Fonte Luminosa, em partida de volta da semifinais da competição.

Tendo desperdiçado inúmeras chances de sair na frente no placar, principalmente com Hygor - que não estava numa noite boa -, a equipe comandada por PC de Oliveira avançou para disputar o título com a Inter de Limeira. A representação de Araraquara se valeu da vitória por 2 a 0 na partida de ida.

Este jogo foi transmitido pelos Campeões da Bola da Rádio Cultura de Araraquara. Esta é mais uma das emissoras parceiras da Rádio Digital FUTEBOL INTERIOR.

COM CALMA...

Com a vantagem de ter vencido fora de casa, a Ferroviária - apesar da empolgação da torcida - teve uma postura conservadora no início da partida, administrando o tempo com uma troca de passes intensiva. Ikaro, Élvis e Leo Casto comandava o meio de campo, realizando boas triangulações.

A Ferroviária está na final da Copa Paulista (Foto: Beto Boschiero)
A Ferroviária está na final da Copa Paulista (Foto: Beto Boschiero)

SÓ DEU FERRINHA
Com a Portuguesa não ameaçava, a Ferrinha começou a se soltar e passou a assustar a Lusa. Aos 21 minutos, a bola se ofereceu para Hygor na entrada da área.

O atacante dominou e bateu bem, quase inaugurando o placar. Cinco minutos depois, Élvis alçou a bola para Léo Castro, que não viu João Lopes sair bem. O goleiro da equipe da capital fechou bem os espaços, evitando o gol.

A vontade em campo, a equipe de PC de Oliveira seguiu no ataque, chegando bem novamente aos 35, quando Daniel Vançan achou Hygor dentro da área. Mas, próximo da marca do pênalti, o atacante bateu por cima do gol. Quatro minutos depois, novamente Hygor desperdiçou uma chance clara, chutando para fora após ficar cara a cara com João Lopes.

TUDO OU NADA!
Na volta dos vestiários PC Gusmão mostrou que não tinha tempo a perder e, de imediato, promoveu as entradas de Marcelinho Paraíba e Franklin, jogando a Portuguesa para cima da Ferroviária. As mexidas logo deram resultado, pois, aos 6, a Lusa chegou com perigo, quando Pereira fez boa jogada e bateu firme por cima do gol.

CHANCES CLARAS
A partida ganhou em velocidade, e os espaços começaram a aparecer para ambos os times. Aos 17, Léo Castro se mexeu bem e apareceu por trás da defesa da Lusa. O atacante bateu firme, mas João Lopes fez grande intervenção. Aos 21, a Portuguesa respondeu, quando Marcelinho Paraíba esbanjou experiência ao deixar Maicon na cara do gol. Dessa vez, o goleiro Tadeu foi o responsável por manter o zero no placar.

ESPERANÇA LUSITANA!
Aos 30, a Portuguesa ganhou uma sobrevida. O matador Guilherme Queiroz aproveitou um vacilo de Luan e tocou para o fundo das redes na saída do goleiro Tadeu, 1 a 0. A Lusa, entretanto, não conseguiu marcar novamente e, apesar da vitória disse adeus a Copa Paulista.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
2ª rodada
Data
11/11/2017
Horário
19h00
Local
Fonte Luminosa - Araraquara (SP)
Árbitro
Alessandro Darcie

Renda
R$ 34.500
Assistentes
Mauro André de Freitas e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Público
4634 pagantes
Cartões Amarelos
Ferroviária: Igor, Alisson, Léo Castro
Portuguesa: Marcão, Altemar, Maicon, Rodolfo

Gols
Portuguesa: Guilherme Queiroz 30' 2T
Ferroviária
Tadeu;
Alisson, Luan, Elton e Daniel Vançan;
William Favoni, Ikaro (Danilo Sacramento) e Elvis (Raniele);
Léo Castro, Hygor e Marco Damasceno (Renato Kaizer).

Técnico: PC de Oliveira
Portuguesa
João Lopes;
Paulo Fernando, Rodolfo, Marcão e Altemar (Marcelinho Paraiba);
Jonatas Paulista, Guilherme Queiroz, Dedé (Franklin) e Pereira;
Maicon e Romarinho.
Técnico: PC Gusmão
 
 
" />