Juventus 1 x 0 Taubaté - Moleque Travesso faz jus ao fator casa e volta a brigar pelo G4

O único gol do jogo foi marcado por Deivide, nos primeiros minutos da segunda etapa quando o jogo estava bastante disputado

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 13 (AFI) - O Juventus fez jus ao fato casa para conseguir uma importante vitória para seguir vivo na briga pela classificação à próxima fase da Copa Paulista. Na manhã desse domingo, em partida válida oitava rodada do Grupo 3, o Moleque Travesso recebeu e venceu o Taubaté, pelo placar de 1 a 0, no Estádio da Rua Javari. O único gol do jogo foi marcado por Deivide, nos primeiros minutos da segunda etapa.

Com os três pontos ganhos, o Juventus chega aos 9, assume a sexta colocação da chave e se aproxima da briga pelo G4. O time paulistano está a dois pontos do quinto colocado Santos e cinco do quarto, Portuguesa. Já o Taubaté segue na sétima posição, com apenas quatro pontos e vê a lanterna Portuguesa Santista ficar em sua cola.

PRIMEIRO TEMPO
Mesmo jogando fora de casa, o Taubaté ditava o ritmo da partida nos primeiros minutos, principalmente em jogadas rápidas pelo lado direito, mas encontrava o Juventus bem postado, pronto para encaixar um contra-ataque e abrir o placar na Rua Javari. Tanto que a primeira boa chance veio mesmo pelos lados do time visitante. Aos 11 minutos, Hugo recebeu na entrada da área e chutou firme, obrigando o goleiro Paulo Vitor a fazer uma grande defesa para salvar o time juventino. A partir daí, o Juventus acordou para a partida e equilibrou mais o jogo, que ficou bastante disputado no meio-campo.

O único gol do jogo foi marcado por Deivide, nos primeiros minutos da segunda etapa
O único gol do jogo foi marcado por Deivide, nos primeiros minutos da segunda etapa

Aos 22 minutos, Lucas do Brasil fez uma bonita jogada e cruzou na área, mas ninguém apareceu na área para colocar a bola no fundo das redes. Porém a melhor chance do Juventus veio aos 35, quando Barone arriscou de fora da área buscando o ângulo. Mas bem colocado, o goleiro Yuri espalmar para fora. Nos minutos finais, os dois times foram para o tudo ou nada para tirar o zero do placar, mas sem sucesso. O Taubaté até chegou as redes, mas o arbitro marcou impedimento no lance. Até por conta disso, o jogo terminou mesmo empatado em zero a zero.

SEGUNDO TEMPO
Na segunda etapa, o Juventus voltou com uma outra postura e se lançou ao ataque, tanto que não demorou para tirar o zero do placar. Logo aos 4 minutos, o atacante Deivide fez bela jogada, invadiu a área, deu um drible desconcertante no zagueiro e bateu cruzado para o fundo das redes, fazendo um bonito gol. Logo na sequência, os donos da casa tiveram a chances de ampliar com Lucas do Brasil, mas após passar pelo goleiro adversário, ele chutou muito fraco e o zagueiros conseguiram afastar o perigo.

Depois disso, o Taubaté passou a pressionar em busca do empate mas pouco assustava o goleiro adversário. Apenas nos 43 minutos chegou bem em uma cabeçada de Lucas, que acabou saindo por cima do gol. Nos minutos finais, o time da casa valorizou a posse de bola e controlou a vitória até o apito final. Até por conta disso, o jogo terminou mesmo com a vitória magra do Juventus, por 1 a 0 na Rua Javari.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times já voltam a campo no próximo sábado, para a disputa da nona rodada do Grupo 3 da Copa Paulista. O Juventus viaja até Diadema para encarar o Água Santa, no Estádio Distrital do Inamar, às 15h. Um pouco mais tarde, às 19h, o Taubaté recebe o Santos B, no Joaquinzão.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
8ª rodada
Data
13/08/2017
Horário
10h00
Local
Rua Javari - São Paulo (SP)
Árbitro
Leonardo Ferreira Lima

Renda
R$ 10.910,00
Assistentes
Risser Jarussi Corrêa e João Petrucio Marimônio de Jesus dos Santos

Público
711 pagantes
Cartões Amarelos
Juventus: Lucas Brasil
Taubaté: Guilherme, Jô

Gols
Juventus: Deivide 4' 2T
Juventus
Paulo Vitor;
Douglas, Vinicius Mendes, Camacho e Marcelinho;
Matheus, Jô, Cesinha (Denner) e Deivide;
Barone (Milton Jr.) e Lucas Brasil (Vanilo).
Técnico: Edílson Chiari
Taubaté
Yuri;
Jean, Luiz, Guilherme e Paulo;
Rodrigo (Lucas), Alan Mota, Gabriel e Léo;
Jô (Willian) e Hugo (Chuck).
Técnico: Alexandre Ferreira