Oeste 2 x 2 Juventus - Empate complica a vida do Moleque Travesso

Oeste pressionou o segundo tempo inteiro, mas não venceu

por Oscar Silva -

Itápolis, SP, 22 (AFI) - O Oeste recebeu o Juventus em casa, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, e os dois times protagonizaram um jogo duro. No final, um empate por 2 a 2 que não agradou em nada o Juventus, mesmo jogando fora de casa. Já para o Rubrão, o resultado foi ruim, por ser dentro de casa, mas o deixou três pontos acima do rival. (Fotos: Valentim Baraldi)

Os gols foram marcados por Adriano Alves e Tatuí - para o Oeste - e Pablo e Nem para o Juventus. Com o resultado, o Rubrão é o segundo colocado com cinco pontos, mas tem um jogo a mais que o terceiro colocado Red Bull, com dois. Já o Moleque Travesso tem só mais dois jogos a realizar e é o último colocado, também com dois pontos.

O jogo
O Oeste começou a partida melhor e dominava o Juventus. As bolas paradas eram a maior arma do time de Itápolis que buscava sempre o atacante Marcinho 'Beija-Flor' na área. Aos 8 minutos, Marcinho tentou cabecear, mas não alcançou. A bola sobrou para Adriano Alves que abriu o placar, 1 a 0 Oeste.

O gol de empate não tardou. A bola foi lançada na área para Pablo que com seu faro de gol empatou a partida aos 15 minutos. Vinte minutos mais tarde e foi a vez de Nem arriscar de fora da área. O chute causou um leve desvio que enganou Paulo Musse, que ainda conseguiu relar na bola, mas não segurou firme e o Juventus virou.

Embora tenha cometido uma pequena falha no gol, o crédito de Paulo Musse com a torcida é grande e o time não se abalou, já que o Rubrão era o melhor. Quando o jogo estava com 30 minutos, já haviam sido sete escanteios para o Oeste.

Começou o segundo tempo e o Juventus mudou sua tática. Depois de fazer dois gols no primeiro tempo na casa do adversário, o Moleque Travesso resolveu se segurar na retaguarda e apenas assustava o Oeste em alguns poucos contra-ataques. Em todo o segundo tempo, quase não houve chutes a gol do time à meta de Paulo Musse.

O treinador João Martins tentava corrigir da maneira que podia. Colocou Fabrício Carvalho no lugar de Alex Willian e Tatuí no lugar de Lucas, deixando o time extremamente ofensivo. Desorganizado, o Oeste insista em lançamentos para o ataque, já que o Juventus se fechava bem na defesa, mas de nada adiantava.

Entretanto, quando uma estrela deve brilhar, ela vai brilhar. Aos 41 minutos, falta para o Oeste. Os experientes Fabrício Carvalho, ex-Ponte Preta, e Rogério, ex-Corinthians e Palmeiras, se dirigiam para bater a falta, mas Tatuí tomou a responsabilidade para ele e fez um belíssimo gol. Era o empate do Rubrão que até pressionou no final da partida em busca da vitória, mas o jogo terminou mesmo em um empate por 2 a 2.

Ficha Técnica

Oeste 2 x 2 Juventus

Local: Estádio dos Amaros, em Itápolis
Árbitro: Marcelo Pireto Alfieri
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Maiza Teles Paiva
Cartões Amarelo: Paulo Vítor (Oeste); Nem, Serginho e Saned (Juventus)
Gols: Adriano Alves 8'/1T e Tatuí 41'/2T (Oeste); Pablo 15'/1T e Nem 34'/1T

Oeste
Paulo Musse; Lucas (Tatuí), Adriano Alves, Jean Pablo e Júlio César; Paulo Vítor, Rogério, Alex Willian (Fabrício Carvalho) e Serginho (Thiago Azulão); Jorge Luiz e Marcinho 'Beija-Flor'.
Técnico: João Martins

Juventus
Maurício; Saned (Tiago Marchiori), Levi, Vinícius e Cléber Luís; Fábio Duarte, Nem (Anderson), Rodrigo e Serginho; Pablo e Rodrigo Alves.
Técnico: Karmino Colombini