Flagrado em cassino durante jogo em outubro, meia volta à seleção da Inglaterra

Em outubro, Maddison teve de ser cortado das partidas contra República Checa e Bulgária por ter contraído um vírus

por Agência Estado

Campinas, SP, 07 - Protagonista de uma grande polêmica no mês passado ao ser flagrado em um cassino na mesma hora de um jogo da seleção da Inglaterra, um dia depois de ter sido cortado por estar doente, o meia James Maddison, do Leicester City, está de volta ao time comandado pelo técnico Gareth Southgate. O jogador foi convocado nesta quinta-feira para as duas últimas partidas pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020 contra Montenegro e Kosovo.

CORTE
James Maddison está de volta à seleção inglesa
James Maddison está de volta à seleção inglesa

Em outubro, Maddison teve de ser cortado das partidas contra República Checa e Bulgária por ter contraído um vírus.

O corte aconteceu um dia antes do duelo contra os checos em Praga, mas 24 horas depois, no mesmo momento em que a seleção era derrotada por 2 a 1, o meia foi visto em um cassino jogando pôquer.

Mesmo com o deslize, Southgate resolveu chamá-lo para os compromissos deste mês.

"Nós o mandamos para casa porque estava doente. Não era certo ele viajar com o resto do grupo (para Praga). Não foi uma boa decisão ele ter ido (ao cassino). Como jogador da seleção da Inglaterra, você chama a atenção. Qualquer um tem um celular e é sabido que alguém pode ganhar dinheiro vendendo fotos", disse Southgate em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

"O apoiamos porque o escolhemos. Mas terá de brigar por um lugar (no time) como qualquer outro".

CLASSIFICAÇÃO

Com 15 pontos, a Inglaterra lidera o Grupo A das Eliminatórias e precisa de apenas uma vitória nos dois jogos para se classificar à Eurocopa. O primeiro duelo será contra Montenegro, no próximo dia 14, no estádio de Wembley, em Londres. Três dias depois, o rival será o Kosovo, no estádio Fadil Vokrri, na cidade de Pristina.

DE VOLTA

Além de Maddison, Southgate voltou a convocar o meia Alex Oxlade-Chamberlain, do Liverpool, e o zagueiro John Stones, do Manchester City. Mesmo depois de se lesionar no empate do Chelsea contra o Ajax, na última terça-feira, em Londres, pela Liga dos Campeões da Europa, o também meio-campista Mason Mount foi chamado.

Confira a convocação da seleção da Inglaterra:

Goleiros - Tom Heaton (Aston Villa), Jordan Pickford (Everton) e Nick Pope (Burnley);

Defensores - Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Ben Chilwell (Leicester City), Joe Gomez (Liverpool), Harry Maguire (Manchester United), Tyrone Mings (Aston Villa), Danny Rose (Tottenham), John Stones (Manchester City), Fikayo Tomori (Chelsea) e Kieran Trippier (Atlético de Madrid-ESP);

Meio-campistas - Ross Barkley (Chelsea), Fabian Delph (Everton), Jordan Henderson (Liverpool), James Maddison (Leicester City), Mason Mount (Chelsea), Alex Oxlade-Chamberlain (Liverpool), Declan Rice (West Ham) e Harry Winks (Tottenham);

Atacantes - Tammy Abraham (Chelsea), Callum Hudson-Odoi (Chelsea), Harry Kane (Tottenham), Marcus Rashford (Manchester United), Jadon Sancho (Borussia Dortmund-ALE), Raheem Sterling (Manchester City) e Callum Wilson (Bournemouth).