Série C: Confiança demite Leandro Sena e Roberto Fernandes deve ser o substituto

O oitavo jogo sem vitória no Brasileiro foi a gota d'água para a diretoria proletária

por Agência Futebol Interior

Aracaju, SE, 16 (AFI) - A goleada sofrida de virada para o Salgueiro, por 4 a 1, fora de casa, no último sábado, foi a gota d'água para a diretoria do Confiança, que no início da tarde deste domingo anunciou a saída de Leandro Sena. O mais cotado para assumir seu lugar na sequência do Campeonato Brasileiro da Série C é um velho conhecido da torcida e atende pelo nome de Roberto Fernandes.

A diretoria azulina comunicou a saída de Leandro Sena através de um comunicado oficial. O treinador, que chegou ao clube no ano passado como auxiliar de Roberto Fernandes, foi campeão sergipano no primeiro semestre, mas a sequência de oito jogos sem vitória na Série C decretaram a sua saída. Ao todo, foram 31 jogos, sendo 16 vitórias, nove empates e seis derrotas.

Leandro Sena não suportou ao oitavo jogo sem vitória do Confiança na Série C
Leandro Sena não suportou ao oitavo jogo sem vitória do Confiança na Série C

"A Diretoria da Associação Desportiva Confiança, através da sua Assessoria de Comunicação, informa aos seus torcedores, imprensa e público em geral que o técnico Leandro Sena não é mais treinador da sua equipe. Após diálogo, ambas as partes chegaram a um acordo e Sena deixa o comando do time proletário. A diretoria do Confiança informa ainda que está correndo atrás para anunciar o novo nome do treinador do Dragão o quanto antes", dizia o comunicado.

QUEM SERÁ O SUBSTITUTO?
O Confiança trabalha para anunciar o substituto de Leandro Sena o mais rápido possível e já tem alguns nomes na lista. O principal deles é o de Roberto Fernandes, que trabalhou no Dragão no ano passado. O experiente treinador está sem clube desde que deixou o Bangu após o Campeonato Carioca de 2017.

Roberto Fernandes tem 46 anos e iniciou a carreira de treinador no Ferroviário-PE em 1997. Ele ainda acumula passagens por Primavera, Independente, Linense, Londrina, Guaratinguetá, Anapolina, Ceará, Vila Nova, Santo André, Ituano, Brasiliense, Náutico, Atlético-PR, Figueirense, Fortaleza, Paysandu, América-RN, ABC, Remo, Capivariano e Paraná, entre outros.

Apesar de Roberto Fernandes ser o favorito, a diretoria proletária também trabalha com outros três nomes: Oliveira Canindé (ex-Remo), Maurílio Silva (ex-ASA) e Paulo Foiani (do Fluminense de Feira). Os dois primeiros estão sem clube.

Quem assumir o Dragão vai ter como principal objetivo livrar o time do rebaixamento. Hoje, o Confiança é o penúltimo colocado do Grupo A, com dez pontos, e amarga um jejum de oito jogos sem vitória. A última vez que deixou o campo comemorando o resultado positivo foi no dia 20 de maio, quando bateu o Sampaio Corrêa, por 2 a 0, fora de casa.

O time proletário volta a campo no próximo dia 24, contra o Cuiabá, na Arena Batistão, pela 11ª rodada da Série C. A expectativa é que até lá o time já tenha fechado com o novo treinador.