Paulista A3: Comercial visita o Comercial e promete postura agressiva

Técnico Régis Angeli diz que time deve ser firme no ataque para conseguir a vitória

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 30 (AFI) - Sem saber o que é vencer há quatro partidas o Comercial visita o Batatais no estádio Doutor Oswaldo Scatena, às 22h, pela sexta rodada do Paulistão A3. O Bafo precisa se reabilitar após o empate contra o Penapolense.

O alvinegro de Ribeirão está com seis pontos conquistado, ocupa a décima posição na tabela e está flertando com a zona de rebaixamento.

Comercial promete manter postura agressica contra o batatais - Foto: Rafael Alves / Comercial FC
Comercial promete manter postura agressica contra o batatais - Foto: Rafael Alves / Comercial FC

ADVERSÁRIO FRAGILIZADO

O Comercial contará com um adversário desfalcado, já que o Batatais perdeu cinco jogadores durante a paralisação e conta apenas com 18 jogadores de linha.

MELHORAR O ATAQUE

Após o empate contra a Penapolense, o técnico Régis Angelí comentou as variações táticas da equipe e que o time precisa melhorar o setor ofensivo.

"Dentro do possível, nós tentamos trabalhar as bolas pelas laterais, pois sabia que iriam congestionar o meio de campo. Pelos lados, iríamos proporcionar mais cruzamentos, tanto por baixo ou em cima, pra nossos atacantes fazerem o gol, mas não deu", comentou o técnico.

PRECISA SER AGRESSIVO

Angeli comentou que o time deve manter a postura agressiva assim como fez contra o Penapolense, quando tinha um homem a mais em campo.

"Precisamos melhorar. Tudo foi em cima porque eles estavam com um homem a menos. É lógico que não vamos atacar de qualquer jeito, tem que ir mais organizado, foi isso que tentei fazer, aos poucos jogando o time mais para frente. Eles com um a menos, nós em casa, tínhamos que arriscar mesmo para tentar a vitória", avaliou o comandante.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO

O treinador deve repetir a mesma escalação do jogo contra a Penapolense: Max Muralha; Luã Niger, Caio Talarico, Guilherme Mariano e Cortez; Vitor Hugo, Guilherme Pitbull e Juninho; Paulinho, Rafael Tanque e Felipinho