Paulista A3: Demitido do Comercial, técnico revela surpresa: 'Não sei o motivo'

"Os números comprovam o trabalho que eu estava sendo feito. Realmente não sei o motivo, fui pego de surpresa", revelou

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 01 (AFI) - O técnico Fahel Júnior não esperava sua demissão do Comercial em meio à paralisação do Campeonato Paulista Série A3. Para ele, o trabalho executado vinha sendo bom e disse não saber o real motivo para a decisão da diretoria.

"Eu respeito o Zé Lourenço (diretor de futebol), foi ele quem comunicou. Falou em mudança de trabalho, de filosofia, mas os números comprovam o trabalho que eu estava sendo feito. Realmente não sei o motivo, fui pego de surpresa", revelou Fahel.

Na quarta-feira, o Comercial fez um jogo-treino com o Sertãozinho e perdeu por 4 a 1. Fahel não quer acreditar que sua demissão tenha se baseado nisso. Segundo ele, seria um absurdo.

"Se você avaliar o trabalho por um jogo-treino, aí a diretoria está totalmente equivocada. É um absurdo, uma incoerência, uma falta de critério danado. Se fosse levar em conta resultado de jogo-treino, nós empatamos com a Ferroviária, time da primeira divisão, empatamos com o Monte Azul, nós temos melhor aproveitamento contra equipes de alto nível do que na Série A3. Se for isso, é um absurdo", esbravejou.

NÚMEROS

Nesta temporada, Fahel Jr. comandou o Bafo em três partidas pelo Paulista A3, com uma vitória (2 a 0 sobre o Primavera), um empate (0 a 0 com o Olímpia) e uma derrota (2 a 0 contra o Noroeste). Desde 2020, fora 28 jogos, 14 vitórias, oito empates e quatro derrotas - aproveitamento de 59,5%.

SITUAÇÃO NA TABELA

Antes da paralisação, o Comercial estava ocupando a sétima colocação com quatro pontos somados, com um retrospecto de uma vitória, um empate e uma derrota nas primeiras três rodadas. O próximo desafio, ainda sem data marcada, será contra o Votuporanguense, fora de casa, na Arena Plínio Marin.