Paulista A3: 'Vamos torcer para tudo se normalizar', diz zagueiro do Comercial

"Recebemos as orientações para ficar o máximo possível em casa, treinar em lugares mais abertos e evitar viagens longas", disse

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 18 (AFI) - O Comercial anunciou a liberação de todos os atletas, a princípio, até a próxima terça-feira por conta da pandemia de coronavírus. Os jogadores receberam as orientações médicas e da preparação física para se manterem em atividade enquanto os treinos visando o Campeonato Paulista da Série A3 não acontecem.

"Recebemos as orientações para ficar o máximo possível em casa, treinar em lugares mais abertos e evitar viagens longas e lugares com aglomeração. Recebemos uma planilha de treinamento e agora vamos aguardar torcendo para que tudo se normalize o mais rápido possível. A saúde sempre deve estar em primeiro lugar", declarou o zagueiro Rodrigo Sabiá.
"Não sabemos ao certo quais serão os próximos passos. Primeiro, vamos torcer para tudo se normalizar. Vamos esperar o que será definido. E, quando for determinado o reinício, devemos manter a mesma postura que tivemos nos últimos jogos. O time estava evoluindo bastante e estávamos muito confiantes a cada rodada", avaliou.
CONTA MAIS, XERIFÃO
Na opinião do zagueiro, todos os atletas querem jogar e lutar para buscar o melhor para a equipe, mas é preciso pensar nas famílias e no ser humano. O Leão do Norte ocupa a quinta colocação no Paulista A3 com 18 pontos, o mesmo de Capivariano e Velo Clube, perdendo apenas nos critérios de desempates.
Foto: Rafael Alves / Assessoria CFC - Foto: Rafael Alves / Assessoria CFC
Foto: Rafael Alves / Assessoria CFC
Enquanto o Noroeste lidera, com 26, e o Desportivo Brasil, com 14, completa a zona de classificação para as quartas de final.
"Nós somos atletas e queremos estar jogando, é claro. É sempre ruim parar, seja qual for a divisão. Mas esse motivo é maior que qualquer situação esportiva. A saúde do ser humano está acima de qualquer coisa nesse momento. Como disse, nesse momento, temos que nos cuidar, nos prevenir e buscar conter esse vírus o mais rápido possível para que ele não se espalhe e o cenário fique ainda pior", finalizou.