Copa Paulista: Focado em avançar, elenco do Comercial se cobra por falta de gols

Capitão da equipe, o zagueiro Otávio Gut falou sobre a má fase do setor ofensivo, apesar da invencibilidade

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 03 (AFI) - Dois jogos, uma vitória e um empate, esse é o retrospecto do Comercial nas primeiras rodadas da terceira fase da Copa Paulista. Apesar de seguir invicto, o time de Ribeirão Preto marcou apenas um gol nesta nova etapa do torneio, mesmo jogando de forma ofensiva com três atacantes. Capitão da equipe, o zagueiro Otávio Gut falou sobre a má fase do setor.

“Quem está entrando, entra bem. Mesmo com os gols não saindo, estão ajudando. Um exemplo disso é o Michel [Renner] hoje, entrou, segurou a bola, deu espaço para o Zé [Andrade], que estava bem na partida. Falta um pouco de capricho, às vezes é a fase que o jogador vive. Eu estou vivendo uma fase boa, a bola sobra para mim, faço um gol de cabeça. Essa fase está um pouco ruim para os atacantes, mas eles têm a cabeça boa, o apoio do grupo e do professor. Na hora certa a bola vai entrar”, disse o jogador.

Capitão da equipe, o zagueiro Otávio Gut falou sobre a má fase do setor ofensivo, apesar da invencibilidade
Capitão da equipe, o zagueiro Otávio Gut falou sobre a má fase do setor ofensivo, apesar da invencibilidade
O defensor ainda revelou uma conversa com o atacante Zé Andrade. Formado na base do Bafô, o atacante vive uma seca de gols, tanto que apesar de ser titular absoluto, marcou apenas um gol neste estadual.

“O Zé Andrade já está há um tempo aqui, a gente conhece bastante ele. É um cara muito quieto dentro do vestiário, que escuta todo mundo. Eu conversei com ele, pedi para ele ter calma, que o gol sai naturalmente, não ficar se pressionando, porque as coisas vão acontecer. Ele está ajudando muito”, completou o capitão.

FOCO EM 2020
Apesar do Comercial ainda estar brigando pela classificação as semifinais da Copa Paulista, o técnico Roberval Davino e a diretoria do Bafô já começaram a pensar na temporada de 2020. Após renovar o contrato do técnico até o fim do estadual, agora o foco é manter 90% do elenco atual para a próxima temporada.

“Não analisei dinheiro, mas sim a continuidade de trabalho, com a ideia de manter o máximo que puder desse grupo, porque já tem uma base, além de buscar situações pontuais, que a gente já vem monitorando. É importante manter esta base. Minha ideia é ficar em um lugar que gostei, que as coisas estão dando certo, e que esse grupo, entre 80% e 90%, continue”, afirmou o treinador.

O Comercial se prepara para enfrentar o XV de Piracicaba no próximo sábado (05), a partida acontece no estádio Barão de Serra Negra, às 15h.