Paulista A3: Após vitória, elenco e técnico do Comercial pregam 'pés no chão'

Isso por que, mesmo em vantagem, uma vitória do Dragão Chinês - por qualquer placar - elimina o alvinegro

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 08 (AFI) - O Comercial fez jus ao fator casa e saiu em vantagem nas quartas de final do Paulista A3 ao vencer o Desportivo Brasil pelo placar de 1 a 0, no último sábado no Estádio Palma Travassos. Mesmo na frente, o elenco do Bafo e o técnico Ito Roque pregaram cautela no jogo de volta, já que uma vitória do Dragão Chinês - por qualquer placar - elimina o alvinegro.

“Fizemos só a primeira etapa de 180 minutos. Temos de trabalhar no setor defensivo, mas não só se defender, temos que jogar também. Nosso time gosta de ir pra cima. Eles vão vir pra cima, e vamos jogar com o regulamento. Temos de ter os pés no chão. Não tem nada ganho ainda”, disse o zagueiro Sílvio em entrevista ao Portal WSports.

“A gente sabe que futebol depende do dia, como vai estar, mas vamos trabalhar na semana. Independentemente de sair coma vitória, a classificação não está concretizada, vamos ver o que o professor Ito vai trabalhar. Qualquer derrota lá estamos fora. Temos de ter muita atenção” alertou Erik Bessa.

Após vitória, elenco e técnico do Comercial pregam 'pés no chão'
Após vitória, elenco e técnico do Comercial pregam 'pés no chão'
PALAVRAS DO COMANDANTE
Ito Roque também falou que não jogará pelo empate ou com o regulamento embaixo do braço. Segundo ele, a equipe vai para Porto Feliz em busca de mais um bom resultado.

"Nós não podemos deixar o adversário tomar conta do jogo. Temos então que ser um time compacto e agressivo quando tivermos a posse de bola. Vai ser outro jogo difícil, de detalhes. Assim como eles iniciaram com a vantagem, ela foi revertida por nós. Não podemos pensar somente na nossa vantagem e o jogo será difícil. Vamos pensar no regulamento somente nos minutos finais", disse o técnico.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado (13), às 15h, no Estádio Ernesto Rocco. O comandante inclusive pediu para que a diretoria do Bafo antecipe a viagem para Porto Feliz para a quinta-feira.

"Nós temos quatro dias para trabalhar que é de segunda a quinta em Ribeirão. É importante ir um dia antes para ter um bom descanso, acertar a alimentação e deixar os jogadores focados, e não dispersos. Queremos comprometer os jogadores para a partida mais importante até aqui, porque é o jogo que nos leva ao confronto do acesso", concluiu o comandante.