Atrás da liderança da Série B, Chapecoense defenderá invencibilidade de oito meses em casa

Como se isso não bastasse, a Chapecoense, depois de ter batido o CRB por 1 a 0, chegou ao nono jogo sem derrota

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 16 (AFI) - A Chapecoense, após sete rodadas, poderá reassumir a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. E para atingir tal objetivo, o time do técnico Umberto Louzer apostará no fator casa. Contra o Vitória, neste sábado, às 16 horas, pela 16ª rodada, a Chapecoense defenderá invencibilidade de oito meses na Arena Condá, em Chapecó (SC).

A Chapecoense tem só duas derrotas como mandante em 2020, ambas pelo Campeonato Catarinense. A última foi no longínquo 2 de fevereiro contra o Brusque (1 a 0). De lá para cá foram nove vitórias e dois empates.

Como se isso não bastasse, a Chapecoense, depois de ter batido o CRB por 1 a 0, chegou ao nono jogo sem derrota - cinco triunfos e quatro empates.

Chapecoense manda em casa. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Chapecoense manda em casa. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)

EVOLUIR SEMPRE!
"Série B é parelha, todo detalhe faz diferença. Os jogadores sabem que é necessário evolução. É o trabalho que vai melhorar nosso índice", disse Louzer.

Para o duelo de sábado, o treinador terá a volta do atacante Aylon que cumpriu suspensão na rodada passada. Ele entrará o lugar de Felipe Garcia. Na lateral direita, Anderson Leite sentiu lesão e será substituído por Hiago. Já na esquerda, Busanello segue como titular, uma vez que Alan Ruschel ainda cumpre quarentena por conta da Covid-19.

A sequência positiva deixou a Chapecoense na vice-liderança com 29 pontos, três a menos do que o Cuiabá. Para assumir a ponta, o clube catarinense terá que vencer por dois ou mais gols de diferença.

CHAPECOENSE - João Ricardo; Hiago, Joilson, Luiz Otavio e Busanello; Willian Oliveira, Vini Locatelli e Evandro; Aylon, Paulinho Moccelin e Anselmo Ramon.