Catarinense: Umberto Louzer valoriza vitória, mas prega respeito ao Brusque

Treinador afirmou que a equipe vai precisar ter desempenho melhor do que na primeira partida para garantir o título

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 09 (AFI) - A Chapecoense saiu na frente na decisão do Campeonato Catarinense ao vencer o Brusque, por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Condá. Apesar da boa vantagem, o técnico Umberto Louzer adotou um discurso cauteloso e deixou claro que a equipe vai precisar ser melhor que no primeiro jogo para garantir o título na casa do adversário.

A vitória agradou ao treinador, mas Louzer mostrou saber da dificuldade que encontrará no próximo domingo no Augusto Bauer.

"Foi um jogo muito difícil, sabíamos que seria assim e estávamos preparados, tivemos boas possibilidades, assim como o adversário e o jogo da voltar vai ser tão ou ainda mais disputado quanto ao de hoje. Agora temos que recuperar os atletas, trabalhar, porque a única certeza que tenho é que teremos que ser melhores para sair de lá campeão", afirmou o treinador.

Com dois gols marcados por defensores, Umberto Louzer fez questão de valorizar seus auxiliares pelo trabalho realizado nas bolas paradas.

"Já vínhamos treinando essas bolas há algum tempo, isso é trabalho. Mérito do Felipe Endres e do Gabriel Remédio que conduzem essas situações em nosso dia a dia. Hoje conseguimos encaixar, o Luiz Otávio e o Joilson foram felizes nos ajudou", explicou.

Sem tomar gols na Arena Condá desde fevereiro, Umberto Louzer valorizou a atução da equipe como um todo e avaliou a atuação dos zagueiros em específico.

"Quando cheguei no clube eram atletas contestados, mas o dia a dia de treinos falou mais alto. Competência e trabalho define quem joga. Eles foram coroados pelo que fazem nos treinos, se entregam demais, assim como todo o grupo. Nosso setor defensivo só é forte porque envolve todos, desde o Anselmo até o João Ricardo", disse.

O próximo jogo da final contra o Brusque está marcado para o próximo domingo (13), às 16h30, no Estádio Augusto Bauer, em Brusque.