Com um jogo em 2020, goleiro pede liberação na Chapecoense

Contratado em 2017, ex-goleiro do Juventude tem apenas 11 partidas pelo clube catarinense

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 24 (AFI) - O goleiro Elias informou à diretoria da Chapecoense que deseja ser negociado para ter mais oportunidades fora do clube catarinense, segundo o jornalista Rangel Agnolin. Em 2020, por exemplo, ele realizou apenas uma partida. Com contrato até 2021, o goleiro deverá ser liberado, em um primeiro momento, por empréstimo.

Elias chegou à Chapecoense em 2017, após se destacar, no ano anterior, com a camisa do Juventude durante o acesso na Série C do Brasileirão. De lá para cá, no entanto, foram apenas 11 jogos pelo clube de Chapecó (SC).

A Chapecoense comprou 60% dos direitos federativos de Elias, hoje, com 25 anos. Essa, porém, não será a primeira vez que o goleiro tentará a sorte em outro clube. Elias foi emprestado, em 2018, ao Vitória.

Futuro longe de Chapecó. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Futuro longe de Chapecó. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
DE SAÍDA?

Outro que poderá deixar a Chapecoense é o zagueiro Luiz Otávio. O Bahia, dono da pior defesa do Brasileirão, pretende tê-lo em seu elenco. Mas não será nada fácil tirar o zagueiro de 27 anos do clube catarinense. Após um contato inicial, o Bahia ouviu que a única possibilidade é de uma negociação definitiva. Empréstimo está descartado.

Luiz Otávio é titular absoluto no time de Umberto Louzer e um dos líderes do elenco da Chapecoense, clube que defendeu em outras oportunidades e retornou em 2020. São 14 partidas e dois gols neste ano.

A Chapecoense, com dois jogos a menos do que os rivais, ocupa a quarta colocação com 17 pontos, quatro a menos do que o líder Cuiabá. O próximo desafio do clube catarinense será diante do América-MG nesta sexta-feira, às 19h15, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela 11ª rodada.