Joilson fala em 'jogo diferente' contra Avaí e exalta briga por posição na Chape

O Verdão enfrentará o Avaí no próximo dia 8, na Arena Condá, pelo Campeonato Catarinense

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 01 (AFI) - Em exatamente uma semana, a Chapecoense entrará em campo para enfrentar o Avaí, pela quartas de final do Campeonato Catarinense. O zagueiro Joilson projetou a retomada das partidas e tratou a situação como anormal no meio futebol.

"Será um jogo extremamente diferente. Ninguém está acostumado a jogar sem torcida. Nós jogadores consideramos muito importante o fator casa. Já joguei contra a Chapecoense e é difícil segurar quando a torcida embala. Ficamos muito tempo parado por causa da pandemia, mas o ritmo só se consegue jogando", falou o atleta.

Joilson também exaltou a disputa por posição na Chapecoense. Não tem titular na Chapecoense. Ele está mexendo bastante, buscando uma equipe ideal para iniciar o duelo contra o Avaí. Se optar por mim, vou dar meu máximo, assim como estou fazendo nos treinos para que a gente possa conseguir nossa classificação, que seria algo muito importante para nossa equipe", disse o defensor, que completou.

Joilson falou sobre a Chapecoense. Foto: Márcio Cunha/ACF
Joilson falou sobre a Chapecoense. Foto: Márcio Cunha/ACF

"Não esperávamos classificar a equipe na última rodada da Primeira Fase. Nem tudo foi ruim. Tivemos um ponto positivo defensivamente. Mas é mérito do grupo inteiro, pois a defesa começa lá no ataque. Somos uma das defesas menos vazadas do campeonato. Felipe Santana chegará para brigar. Quem ganha é a Chapecoense. Quem o Umberto escolher vai corresponder positivamente."

ANO DIFERENTE!
"Depois de enfrentar uma temporada difícil em 2019 - quando sofreu com algumas lesões e não conseguiu ter sequência dentro de campo - Joílson espera que 2020 seja um grande ano na sua carreira. “Esse ano tem sido diferente, graças a Deus. O ano passado foi difícil por conta de algumas lesões, mas esse ano começou totalmente diferente. Eu espero dar continuidade, dando meu máximo nos jogos pra que eu e a Chapecoense possamos ganhar com tudo isso”, finalizou.