Foguinho sofre entorse no tornozelo e Chapecoense perde mais um atleta por lesão

O clube catarinense vem perdendo vários jogadores neste reinício aos treinamentos

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 02 (AFI) - O retorno aos treinamentos, após paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus, tem sido um pesadelo para a Chapecoense. O clube catarinense já perdeu cinco jogadores lesionados visando o duelo contra o Avaí, pelas quartas de final do estadual. O último foi o volante Foguinho, com um entorse no tornozelo esquerdo.

Recentemente a Chapecoense já havia perdido três jogadores lesionados. O meia Vini Locatelli sofreu uma fratura no quinto metatarso, enquanto que o volante Alan Santos sofreu uma ruptura completa do tendão de Aquiles. Já Fernandinho sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito.

Foguinho é mais um a se lesionar na Chape
Foguinho é mais um a se lesionar na Chape
Foguinho é o caso mais leve, mas deve perder o duelo contra o Avaí, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense. Régis também se recupera de lesão e é dúvida. Este, inclusive, foi um dos jogadores contratados pelo time alviverde durante a paralisação por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

REFORÇOS
O técnico Umberto Louzer terá que escolher três dos seis reforços da Chapecoense para inscrever no Campeonato Catarinense, já que o regulamento permite a inclusão de apenas três nomes.

A Chapecoense anunciou até o momento: zagueiros Felipe Santana e Luiz Otávio, lateral Rafael Santos, volante Willian Oliveira e atacantes Dener e Régis.