Volante da Chape não entra em polêmica sobre Avaí: "Cada um defende sua causa"

Anderson Leite minimizou o pedido do Leão para ser declarado campeão catarinense

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 25 (AFI) - O volante Anderson Leite não quis colocar 'lenha na fogueira' e evitou entrar em polêmica com a situação do Avaí, que enviou um ofício à Federação Catarinense de Futebol (FCF) pedindo para ser declarado campeão estadual. O jogador da Chapecoense minimizou.

"Cada um defende sua causa. Em relação de ser declarado campeão sem jogar, é meio injusto. Se há possibilidade, se foi liberado, por que não resolver dentro de campo? Seria o melhor. Mas deixo isso para o Avaí. Estamos concentrado. Dia oito já tem a partida e estamos nos preparando, independente do que acontecer fora de campo", falou o volante.

Anderson Leite citou também os desfalques da Chapecoense por lesão. Em menos de uma semana, o time catarinense perdeu três jogadores contundidos. São eles: o meia Vini Locatelli e o volante Alan Santos, além do atacante Fernandinho.

Anderson Leite com a camisa da Chapecoense
Anderson Leite com a camisa da Chapecoense
"A gente fica triste por perder jogadores por lesão. Futebol é esporte de contato, estamos sujeitos a isso.Isso mostra a importância de ter um grupo bom. Jogadores que vestem a camisa da Chapecoense têm qualidade e têm que responder à altura. Eles são importantes, mas vão se recuperar rápido e nos ajudar lá na frente", disse.

TREINOS
Para finalizar, o jogador falou do treinamento que vem sendo desenvolvido por Umberto Louzer. "A comissão técnica tem se planejado muito bem. Temos mantendo um nível de treinamento muito alto. Mesmo com chuva, não temos deixado de trabalhar. Quando não tem atividade no campo, vamos para academia ou no campo sintético", finalizou.