Chapecoense suspende atividades por 15 dias: "Futebol está em segundo plano"

O anúncio foi feito pelo médico do clube, Carlos Mendonça, em decisão tomada através das determinações das autoridades sanitárias

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 17 (AFI) - A Chapecoense anunciou nesta terça-feira a suspensão de todas suas atividades por 15 dias. O anúncio foi feito pelo médico do clube, Carlos Mendonça, em decisão tomada através das determinações das autoridades sanitárias de todo país.

"Determinação visa seguir o curso normal de todo o mundo. Não temos nenhum caso em Chapecó confirmado, mas optamos por antecipar a situação para preservar a saúde de nossos atletas e familiares. O futebol está em segundo plano. Vamos torcer para que tudo isso se resolva rapidamente", afirmou Mendonça.

"Vamos parar por 15 dias e aguardar a evolução e a determinação das autoridades sanitárias.
O campeonato estadual está interrompido. Não tem sentido ter aglomeração dentro do clube", completou.

Chapecoense confirma paralisação
Chapecoense confirma paralisação
A Chapecoense ressaltou que o período sem atividades não é férias antecipadas. "Os atletas foram orientados a não viajar. Não entramos em férias. Vão permanecer na cidade e seguirão uma planilha de preparação física", finalizou.

Veja a nota oficial da Chapecoense:

A Associação Chapecoense de Futebol vem a público a fim de manifestar o seu apoio à intenção de paralisar - por tempo indeterminado - o Campeonato Catarinense. O presidente Paulo Magro, em contato com Rubens Angelotti - presidente da Federação Catarinense de Futebol - afirmou estar de acordo com a suspensão da competição.

O clube entende que esta medida é crucial a fim de evitar a proliferação e as possibilidades de contágio pelo coronavírus (Covid-19), prezando pela saúde de atletas, colaboradores e torcedores - todos envolvidos, diretamente, no espetáculo maior do futebol.