Hoje no Goiás, sobrevivente da tragédia lamenta rebaixamento da Chapecoense

Alan Ruschel ainda tem contrato com o Verdão do Oeste, mas dificilmente vai voltar no ano que vem

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 28 (AFI) - Tristeza. Esse foi o sentimento de Alan Ruschel quando ficou sabendo que a Chapecoense havia sido rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira após a derrota para o Botafogo, por 1 a 0, em plena Arena Condá.

COM VÍNCULO

Um dos sobreviventes da tragédia envolvendo a delegação da Chapecoense em 2016, na Colômbia, Alan Ruschel ainda tem vínculo com o Verdão do Oeste, mas não vinha sendo aproveitado e foi emprestado ao Goiás em agosto.

"Caiu? Difícil né. A Chapecoense me proporcionou muitas coisas. A gente fica triste por ter acontecido, sabemos tudo que vem acontecendo lá, as dificuldades que o clube está encontrando.

Mas a minha vida precisa continuar. Triste pela situação do clube, a torcida e a cidade me acolheram bem, tenho amigos lá, mas vida que segue
", desabafou Alan Ruschel.

Alan Ruschel ainda tem contrato com a Chapecoense
Alan Ruschel ainda tem contrato com a Chapecoense

TEM CONTRATO
O lateral tem contrato com a Chapecoense até dezembro de 2020 e ainda não sabe onde vai atuar na próxima temporada, mas a tendência é que fique no Goiás.

O empréstimo para o Esmeraldino se encerra no fim de 2019.

COINCIDÊNCIA
Quis o destino que o rebaixamento do Verdão do Oeste acontecesse quase exatos três anos da tragédia. O voo com a delegação sofreu o acidente no dia 28 de novembro, na Colômbia.