Após rebaixamento, dezessete jogadores devem deixar Chapecoense

O time catarinense promete reformular o seu elenco visando a temporada 2020

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 28 (AFI) - Após ter o rebaixamento confirmado na derrota por 1 a 0 para o Botafogo, a Chapecoense deve iniciar a reformulação em seu elenco. O time catarinense tem 17 jogadores com contrato a se encerrar ao final da temporada e, dificilmente, algum deles vai permanecer para a próxima temporada.

Os jogadores em final de contrato são: o goleiro Vagner, os laterais Eduardo, Caíque Sá e Roberto, os zagueiros Gum, Douglas e Rafael Pereira, os volantes Amaral, Márcio Araújo, Elicarlos e Augusto, os meias Camilo e Yann Rolim, além dos atacantes Everaldo, Arthur Gomes, Kayzer e Thiago Santos.

A perda mais sentida é de Everaldo, autor de 13 gols com a camisa da Chapecoense no Campeonato Brasileiro. O atacante pertence ao Querétaro, do México, e tem multa rescisória de R$ 5 milhões. Ele vem sendo sondado por vários clubes do futebol brasileiro.

Por outro lado, nove jogadores retornam de empréstimo e serão avaliados pela nova comissão técnica. A Chapecoense negocia com Hemerson Maria para substituir Marquinhos Santos, este comandará o Juventude em 2020. Sendo assim, volta para o clube: Marcos Vinícius, Vini Freitas, Alan Ruschel, Joílson, Luiz Otávio, Lucas Mineiro, Júlio César, Aylon e Bruno Silva, este vem sendo cotado no Atlético Mineiro.

Chapecoense foi rebaixado à Série B - Márcio Cunha/ACF
Chapecoense foi rebaixado à Série B
RENOVAÇÃO
A Chapecoense também confirmou a sua primeira renovação. O atacante Henrique Almeida está emprestado, junto ao Grêmio, até o final de dezembro. No entanto, já estendeu seu vínculo para 2020. O clube catarinense pagará, a partir de agora, o salário integral do atleta.

Henrique Almeida, porém, pode ser negociado, já que tem propostas de outros clubes em mão. Mas cabe à Chapecoense definir se venderá o atacante ou se contará com o mesmo para a próxima temporada, cujo objetivo é retornar à elite do futebol brasileiro.