Com dúvidas no meio, Chapecoense encara Atlético-MG na Arena Condá

O time catarinense precisa dos três pontos para deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 12 (AFI) - Tentando deixar a zona de rebaixamento, a Chapecoense promete ir para cima do time alternativo do Atlético Mineiro neste domingo, às 19h, na Arena Condá. O técnico Ney Franco aproveitou a parada da Copa América para testar alternâncias na equipe e deixou algumas posições em aberto.

A tendência é que a Chapecoense inicie o jogo com Campanharo e Alan Ruschel entre os titulares, mas Augusto e Aylon brigam pelas respectivas posições. A principal novidade é na lateral-esquerda, com o retorno de Bruno Pacheco.

"Tive oportunidade de rodar muitos jogadores na equipe titular, atuando como queremos posicionar dentro de campo. Dois volantes, meia encaixando atrás. Realizamos treinamentos com rodagem no ataque também. O time está mais maduro na parte tática para sequência do Campeonato Brasileiro", disse o treinador, em coletiva de imprensa.

Everaldo é a esperança da Chape contra Atlético -  Márcio Cunha/Chapecoense
Everaldo é a esperança da Chape contra Atlético
O treinador também analisou o confronto diante do Atlético: "Nos preparamos para o confronto e para sequência da temporada. Priorizamos nessa semana o duelo contra o Atlético. O Atlético está envolvido na Copa do Brasil, embora tenha perdido o primeiro jogo, a classificação está em aberto. Pelas informações, não jogaram a toalha. É um elenco qualificado. Jogo perigoso, pois é dado a jogadores que não vêm sendo utilizado, a chance de jogar. Vamos procurar fazer um jogo seguro, com possibilidade de vitória", finalizou.

Há três jogos sem vencer no Brasileirão, a Chapecoense aparece na zona de rebaixamento, com oito pontos.

A provável Chapecoense tem: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Campanharo e Camilo; Alan Ruschel, Everaldo e Arthur Gomes.